Santander Escolhas 1

Concurso para espaços do Bolhão prestes a terminar

Concurso para espaços do Bolhão prestes a terminar

O concurso para a atribuição de 28 espaços vagos no Mercado do Bolhão, lançado no final do mês de janeiro pela empresa municipal GO Porto – Gestão e Obras, termina esta segunda-feira o prazo de candidaturas.

Em causa, recorde-se, está a atribuição de 19 espaços no interior e nove no exterior.

Os espaços interiores referem-se a 16 bancas e a três restaurantes. As bancas livres correspondem a 11 categorias – Açúcares; Algas e Cogumelos; Cafés e Cafetarias; Carne e Aves; Chá e Café; Fruta; Massas, Temperos, Condimentos e Especiarias; Ovos e Lacticínios; Peixe e Marisco Fresco; Produtos Naturais e Dietéticos; Vegetais, Raízes e Plantas e Cereais e Leguminosas -, sendo o valor base por metro quadrado de 16 euros.

Por sua vez, os restaurantes inserem-se nas categorias de “Crus”, “Vegetariano” e “Tapas e Petiscos”, tendo um valor base por metro quadrado de 12 euros. “Os valores mínimos bases de licitação variam entre os 1030,80 e os 2512,80 euros”, revelou, na altura do lançamento do concurso, a 25 de janeiro, a Câmara Municipal do Porto.

No que respeita às lojas no exterior, nove no total, estas integram a categoria “Livre”, desde que não entrem em concorrência com as existentes (azeite, bacalhau e chás). Em causa está um valor base por metro quadrado “variável”, com os “valores mínimos base de licitação a oscilarem entre os 2735 e os 6037,46 euros”.

Depois da fase de “Candidatura e Habilitação”, seguir-se-á a “Arrematação em Hasta Pública”.

PUB
 www.pingodoce.pt/responsabilidade/bairro-feliz/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=votacao&utm_campaign=bairrofeliz