PUB
Recheio 2024 Institucional

Collectiva Meeting’19: exposição reúne, no Porto, joalheiros de todo o mundo

Collectiva Meeting’19: exposição reúne, no Porto, joalheiros de todo o mundo

A Collectiva, uma plataforma independente de joalharia de autor, apresenta no próximo dia 21 de setembro, no hall central do Centro Comercial Bombarda bem como na loja-galeria Collectiva, situada no mesmo local, uma mostra de joalharia contemporânea que vai reunir designers de todo o mundo.

Na nota enviada à VIVA!, a organização revela que a seleção resulta de uma convocatória internacional à qual acederam mais de 250 candidaturas.

Entre os 180 autores selecionados, contam-se mais de 50 nacionalidades, com destaque para Japão, Coreia do Sul, Mexico, Brasil, Argentina, Israel, Rússia, Estados Unidos, Canadá, Países Nórdicos, Alemanha, Reino Unido, Itália, Turquia, Grécia, entre outros.

“Quando lançamos a primeira edição da Collectiva Meeting, no ano passado, era com o intuito de fazer um evento que se tornasse um ponto de encontro anual de joalharia contemporânea em Portugal, onde os artistas teriam a oportunidade de, não só expor o seu trabalho, mas também de interagir e partilhar experiências entre si. O resultado foi extremamente positivo e, a avaliar pelo número crescente de candidaturas e trabalhos fantásticos que apresentaremos este ano, estamos seguras que vamos mais uma vez materializar a nossa visão de promover a joalharia de autor como forma de expressão artística”, explicam as designers fundadoras da plataforma.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Variedade de conceitos, materiais atípicos assim como fontes de inspiração invulgares serão apresentados nas heterogéneas propostas desta mostra. “Queremos desmistificar a ideia que a joalharia de autor é um produto de nicho. A diversidade criativa que apresentamos nesta exposição mostra como a joalharia contemporânea oferece propostas para todos os gostos, e que apesar de uma grande maioria das peças serem únicas, não deixam se ser democráticas e acessíveis ao público”, acrescentam.

Além da exposição e venda das coleções, os autores selecionados irão, ainda, habilitar-se a vários prémios. A plataforma convidou um painel de especialistas para atribuir o “Prémio Collectiva Meeting”, em que três marcas serão convidadas a integrar a loja-galeria pelo período de três meses, e ainda o “Prémio Portojóia”, que irá eleger uma seleção de oito a 10 marcas para o espaço Collectiva Meeting na principal feira de joalharia nacional, de 26 a 29 de setembro.

O júri convidado é formado por Carlos Silva, embaixador de Portugal no Art Jewelry Fórum, Carla Solheiro, diretora da escola de joalharia Alquimia-Lab, Dan Piersinaru, fundador e diretor da feira internacional AUTOR, Fátima Santos, secretária geral da Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal (AORP), Liliana Guerreiro, consagrada designer de jóias, e Olga Noronha, também designer de jóias e curadora do Museo del Gioiello, em Veneza.

Sendo uma plataforma independente de joalharia de autor, a Collectiva reúne os trabalhos de seis jovens criadoras permanentes e oito convidadas, que alteram periodicamente. Integram a Collectiva, de forma permanente, Ana Bragança Jewellery, Ana João Jewelry, Lia Gonçalves – Joalharia de Autor, Mater Jewellery Tales, Marta Pinto Ribeiro Contemporary Jewellery e Susana Teixeira.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz