RECHEIO 50 ANOS

Coliseu do Porto presta tributo à filarmonia portuguesa

Coliseu do Porto presta tributo à filarmonia portuguesa

No próximo domingo, 10 de abril, o Coliseu do Porto vai ser palco de um novo “Concerto Promenade”, desta vez com um tributo à filarmonia portuguesa. O espetáculo está agendado para as 11h00.

Intitulado “Arco-Íris”, o concerto vai ser interpretado pela Banda Sinfónica Portuguesa, dirigida pelo maestro Francisco Ferreira, e vai apresentar ao público “um programa exclusivamente feito de obras de compositores portugueses de diferentes gerações – uma deles em estreia absoluta”.

A marcha “Banda Sinfónica Portuguesa – Tributo à Filarmonia”, escrita pelo maestro e compositor Ilídio Costa, será escutada em concerto pela primeira vez. Trata-se de uma peça dedicada ao emblemático equipamento portuense “em reconhecimento pelo seu trabalho ao longo dos anos”.

Além desta, o público terá ainda oportunidade de ouvir “Arco-íris”, de Duarte Pestana (1911-1974), uma “fantasia que se tornou numa obra central do repertório para Banda em Portugal devido à qualidade da sua construção musical”, “Navegar, navegar”, do cantautor Fausto Bordalo Dias, “Feira de Maio – Paso Doble”, de Nelson Jesus, e “Rapsódia Hilariana”, de João Carlos de Sousa Morais (1860-1919).

Em simultâneo, o Coliseu do Porto vai homenagear também algumas personalidades histórias da filarmonia portuguesa, desde compositores e maestros até instrumentistas que passaram por orquestras históricas e emblemáticas.

Os bilhetes para o concerto podem ser adquiridos em coliseu.pt.

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=carne&utm_campaign=sabordomes