PUB
Junta da Galiza

Coliseu do Porto celebra 82 anos de história

Coliseu do Porto celebra 82 anos de história

Construído no início do século XX e inaugurado a 19 de dezembro de 1941, o Coliseu do Porto tornou-se, desde então, um dos palcos mais importantes do país. Com uma arquitetura imponente e uma capacidade para acolher milhares de espectadores, esta joia da cidade Invicta oferece uma vasta programação de diversos estilos artísticos, desempenhando um papel importantíssimo na preservação e promoção da cultura.

A história do Coliseu começa antes da inauguração do seu edifício: “o Salão Jardim Passos Manuel, que começou por ser Salão de Cynematographo, foi inaugurado em 1908 no preciso local onde hoje vemos o edifício do Coliseu”, lê-se no site oficial. Este espaço moldou “os hábitos de entretenimento da sociedade portuense” e deu início ao que é, agora, um marco cultural de grande relevância a nível nacional, com uma história rica e fascinante.

Fotografia retirada do site oficial do Coliseu do Porto

“Da década de 40 até ao final dos anos 60, pisaram o palco do Coliseu figuras como Beatriz Costa, Marcel Marceau, Hermínia Silva, Rudolf Nureyev, entre tantas outras”, sendo a sua popularidade comprovada pelos famosos musicais West Side Story e Música no Coração, assim como o Festival da Canção Portuguesa, que fazia parar o país.

Imagem retirada do site oficial do Coliseu do Porto
Imagem retirada do site oficial do Coliseu do Porto
Imagem retirada do site oficial do Coliseu do Porto
Imagem retirada do site oficial do Coliseu do Porto
Imagem retirada do site oficial do Coliseu do Porto
Imagem retirada do site oficial do Coliseu do Porto

De acordo com a mesma fonte, no dia 28 de setembro de 1996, depois do evento Portugal Fashion, onde esteve presente a top model Claudia Schiffer, deflagrou um incêndio que causou graves estragos no edifício. Várias instituições, empresas e particulares uniram-se em solidariedade e ajudaram o Coliseu a “renascer das cinzas” e abrir portas a 12 de dezembro, a fim de “não quebrar a tradição do Circo de Natal”.

Atualmente, o Coliseu do Porto é muito mais do que um simples local de espetáculos. É a casa de vários artistas e público, que ajudam a manter viva a chama do panorama cultural do Porto, de Portugal e do mundo.

Fotografia retirada do site oficial do Coliseu do Porto

Para reforçar a presença deste símbolo da cultura portuguesa, entrevistámos Teresa Thobe, responsável de marca do Grupo Ageas Portugal, parceiro do Coliseu do Porto.

Para quem sabe pouco sobre o Grupo Ageas, pode descrever, em poucas palavras, em que consiste e qual o vosso papel na área da cultura?

Criar uma experiência emocional e relevante na vida das pessoas, é a missão do Grupo Ageas Portugal. Somos um Grupo Segurador, mas mais do que isso queremos ser um participante ativo na sociedade e nas comunidades em que nos inserimos, através do constante investimento no desenvolvimento de competências internas e externas, assentes numa forte cultura empreendedora, que se traduz também na escolha de territórios de atuação onde acreditamos poder contribuir positivamente, escolhendo parceiros de referência que partilhem da mesma visão. É o caso da cultura onde procuramos atuar essencialmente em 4 vertentes: contribuindo para o desenvolvimento do setor e para a sua profissionalização e reconhecimento, dando visibilidade nacional a projetos que promovem talentos emergentes nas mais diversas linguagens artísticas; ajudando a criar condições para que a fruição cultural seja um direito de todos, seja pela descentralização da oferta, não a restringindo aos grandes centros urbanos, seja pela acessibilidade aos mais diversos públicos; promovendo o equilíbrio entre o corpo e a mente, contribuindo para a prevenção de doenças do foro mental, área onde sabemos que a arte pode representar um papel fundamental; e impulsionando a diversidade, a inclusão, reflexão crítica, criatividade e conhecimento.
Acreditamos e defendemos que fomentar a Cultura é parte fundamental do bem-estar organizacional e das Pessoas. Queremos continuar a contribuir para o fortalecimento do setor da Cultura, nas suas múltiplas vertentes, convictos que investir na Cultura, é apostar no desenvolvimento futuro do País.

Como surgiu o interesse em investir no Coliseu?
Em abril de 2018, decidimos associar-nos a uma instituição de renome cultural em Portugal, o Coliseu do Porto e criar o primeiro naming Ageas da Região Norte: Coliseu Porto Ageas. A decisão foi natural, não só, pelo simbolismo que encerra, mas sobretudo pela visão que partilhamos do papel que a cultura assume no desenvolvimento económico e social do país e pelo compromisso que nos une de preservação e valorização do património cultural nas suas mais diversas manifestações.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

O que representa o Coliseu, enquanto espaço emblemático da cidade Invicta, para o Grupo Ageas?

O Coliseu Porto Ageas é um local histórico, icónico, que tem apostado na dinamização nas áreas da Cultura, da música, da dança e do entretenimento. O equilíbrio entre a diversidade de abordagens criativas e a sua programação eclética faz deste espaço um excelente pólo de atração para diferentes públicos e gerações, aproximando-os da Cultura nacional. Esta responsabilidade de intervir é algo que nos une e a aceitação e entusiasmo crescentes por parte dos públicos tem vindo a demonstrar que estamos no caminho certo, contribuindo para o enriquecimento e valorização das comunidades, reconhecendo o direito fundamental de todos à fruição cultural e à promoção da igualdade de acesso à oferta cultural de qualidade.

Falando no Prémio “Jovens Artistas Coliseu Porto Ageas”, que teve lugar no dia 15 de Dezembro, de onde partiu a motivação para o criar?

Foi no 80.º aniversário, em 2021, do Coliseu Porto Ageas que se anunciou o lançamento do Prémio Jovens Artistas – Artes Circenses/ Dança, uma iniciativa conjunta que visa promover talentos em duas áreas artísticas que são de enorme importância no panorama nacional, mas que nem sempre têm o devido reconhecimento.
É partindo desse enquadramento que o Grupo Ageas Portugal decidiu, em parceria com o Coliseu, criar um prémio destinado a distinguir profissionais das Artes Circenses ou da Dança, desde intérpretes, coreógrafos, cenógrafos, produtores, programadores, entre outros.
A primeira edição ocorreu em Dezembro do ano passado e deu destaque às Artes Circenses que contou com a presença de jovens artistas e seis júris pertinentes nesta área: o ilusionista Luís de Matos, o clown Rui Paixão, a Julieta Guimarães, Cofundadora da companhia Erva Daninha, o João Paulo Santos, Israel Modesto e a Isabela Cardinali.
Acreditamos na valorização da diversidade em todas as manifestações artísticas e acreditamos que todas elas merecem o seu espaço e devido reconhecimento.

Pelo que apurámos, esta parceria termina em 2024. Há intenções de renovar? Quais são as perspetivas para o futuro?

Desde 2018 que mantemos esta parceria, não apenas pelo reconhecimento do Coliseu, mas porque temos percecionado vários indicadores que evidenciam o sucesso desta experiência. Estamos muitos satisfeitos com aquilo que já alcançámos até ao momento, continuando apostar nesta parceria.

Por fim, se pudesse escolher apenas uma palavra para descrever o Coliseu, qual seria? E porquê?

Tendo em conta a sua história e o seu papel na Cultura, escolher uma única palavra para descrever o Coliseu Porto Ageas é um desafio. No entanto, uma palavra que poderia reunir os vários atributos importantes deste local seria surpreendente: como marco arquitetónico e icónico do modernismo português, como espaço onde a magia e o sonho acontecem.
Mais do que uma sala de entretenimento; desempenha um papel muito significativo na cidade do Porto. A sua presença marcante enquanto fórum de cultura, tem um impacto nacional e internacional, do ponto de vista cultural, social e económico.

Foto: Teresa Thobe

Quando questionada acerca das novidades para o futuro, Teresa Thobe indicou ainda não poder revelar, mas adiantou que “uma coisa é certa: os leitores podem esperar por espetáculos de elevada qualidade ao longo do ano”.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile