PUB
Philips S9000

Cinema da Batalha recebe uma “canção de amor” esta sexta

Cinema da Batalha recebe uma

Nada como ir ao Cinema da Batalha para obter o melhor que a indústria cinematográfica tem para oferecer. Posto isto, na sexta-feira, 10 de maio, este espaço icónico vai receber um filme-performance, às 19 horas: chama-se “Love Song”.

Segundo o município, este conta com BLEID e Maria Reis, sendo que a escolha das obras se encontra abrangida pelo projeto Contemporânea Film(e).

O projeto conta com a direção artística de Celina Brás, que é diretora da revista Contemporânea. Este engloba uma edição impressa, um ciclo de cinema e um programa público.

Posto isto, o que esperar deste filme que também é uma performance? No fundo, trata-se de uma autobiografia e autoficção do criador Pedro Barateiro. A história leva-nos pela adolescência do próprio e aborda a relação com os pais.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

O filme-performance fala sobre amor

Para além disso, também são incluídos alguns aspetos acerca do Portugal fascista dos anos 60. Fazendo jus ao nome, a obra aborda a palavra “amor” e os seus diferentes significados.

Estas quatro poderosas letras ganham ainda mais força na sociedade exposta neste filme-performance. Pouco depois, às 21h15, é a vez de refletir a um filme acerca da tecnologia e do seu uso ao serviço de fins capitalistas.

Pretende-se, assim, discutir a importância que esta tem na sociedade contemporânea. Outro objetivo passa por analisar o natural e o artificial e as suas implicâncias hoje em dia. Na linha da frente, estarão AnaMary Bilbao, Andreia Santana e Diogo Evangelista, para debater a situação.

Como se tudo isto já não fosse boa notícia o suficiente, os eventos são de entrada gratuita. É possível levantar os ingressos no próprio dia, 10 de maio, sendo que só são atribuídos, no máximo, dois por pessoa.

PUBLICIDADE

PUB
PD- Revista Sabe bem