PUB
Philips S9000

CHSJ realizou mais consultas e cirurgias em 2014

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
O Centro Hospitalar de São João (CHSJ) aumentou em 3,5% as consultas e em 3,2% as cirurgias em 2014, ano em que o lucro antes de juros e impostos subiu 38%, para 15,9 milhões de euros.

Em comunicado, a instituição realça que, no ano passado, “todos os indicadores de liquidez, de rentabilidade e da estrutura do balanço melhoraram face a 2013”, tendo a taxa de execução orçamental sido de 100,92% para os proveitos e de 100,76% para os custos.
O centro hospitalar diz ainda ter reduzido, em 2014, a dívida a fornecedores externos em 37%, para os atuais 22 milhões de euros, e diminuído o respetivo prazo médio de pagamento em 54%, para 75 dias, valor que está “abaixo dos padrões internacionais de referência”.
Quanto aos objetivos gerais contratualizados com a tutela, a taxa de execução do contrato-programa foi de 99,2% e o índice de desempenho global foi superior a 98,6%.
O investimento em inovação, renovação, manutenção e conservação “manteve-se afetado pelos constrangimentos administrativos impostos à gestão”, tendo continuado “muito abaixo” dos valores médios de mais de 10 milhões de euros registados até 2011.
“O investimento realizado aumentou 8,2% face a 2013 e cifrou-se em 4,2 milhões de euros, destinados, exclusivamente, à substituição de equipamento avariado/obsoleto e a pequenas obras de conservação e manutenção”, refere o CHSJ, acrescentando que “à semelhança dos anos anteriores”, este investimento foi “totalmente financiado por recursos próprios gerados na instituição”, não tendo dependido de “aumentos de capital social ou de outro tipo de financiamento”.
De acordo com o CHSJ, houve um aumento homólogo de 3,5% nas consultas médicas em geral e de 4,8% nas primeiras consultas, para além de uma melhoria de 1,4% na acessibilidade à consulta e de uma subida de 0,6% no número de doentes saídos do internamento, que ascendeu a 44.863.
Em 2014 foram realizadas 43.318 cirurgias naquele centro hospitalar, mais 3,2% do que ano anterior, com a cirurgia programada convencional a aumentar 1,3%, a cirurgia de ambulatório a subir 6,3% e a cirurgia urgente a diminuir 2,1%.
A taxa de cirurgias em ambulatório correspondeu a 56% no total das cirurgias programadas, tendo o número de sessões de hospital de dia aumentado 5,3% e o número de episódios na urgência polivalente aumentado 4% na urgência geral de adultos, 5,9% na urgência pediátrica e diminuído 1,5% na urgência de obstetrícia e ginecologia.
Homologado por despacho do secretário de Estado da Saúde a 11 de novembro de 2014, o Plano Estratégico 2013-2015 teve em 2014 uma taxa de execução (avaliada pelo ‘Balanced Scorecard’) de 93%.
Para a administração do São João, “estes resultados refletem uma tendência crescente da produtividade dos profissionais (numa longa sequência de 10 anos), confirmando a sustentabilidade operacional deste centro hospitalar, ancorada em repetidos exercícios orçamentais equilibrados”.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile