PUB
CMPorto

Cedofeita só terá nova esquadra quando houver disponibilidade financeira

Cedofeita só terá nova esquadra quando houver disponibilidade financeira
O Ministério da Administração Interna (MAI) anunciou, esta quarta-feira, que pretende “concretizar o investimento” necessário para reabrir a esquadra de Cedofeita, mas acrescentou que o acordo assinado em 2014 com a Câmara do Porto só avança quando for “financeiramente possível”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Assim, em resposta à Lusa, o MAI disse querer “concretizar o investimento logo que tal se mostre financeiramente possível” e assegurar “todos os esforços para não frustrar as legítimas expectativas da autarquia e das populações”, mas alerta para compromissos anteriores que condicionam o avanço do processo ainda durante o corrente ano.
Em causa está a possibilidade de realizar, ainda durante 2016, as obras de 623 mil euros necessárias para instalar aquela esquadra, encerrada em 2013, no edifício da junta de freguesia de Cedofeita.
“A anterior assunção de compromissos noutras instalações das Forças de Segurança – na sua maioria já em fase de execução de obra e, nessa medida, irreversíveis do ponto de vista da alocação dos respetivos recursos financeiros – condiciona fortemente o lançamento de novos procedimentos concursais no decurso deste ano”, esclarece fonte oficial do MAI.
O MAI acrescenta que o contrato de arrendamento assinado em 2015 “com vista à ocupação das antigas instalações da Junta de Freguesia de Cedofeita por parte da Polícia de Segurança Pública” prevê “uma contrapartida financeira de 3100 euros por mês pela utilização do equipamento por parte da PSP”.
Em maio de 2014, a Câmara do Porto, liderada pelo independente Rui Moreira, e o anterior Governo, através do MAI, anunciaram um acordo para que a 12.ª esquadra da PSP, instalada na rua de Cedofeita e encerrada no fim de 2013, ocupasse a sede da junta de freguesia no Largo Pedro Nunes.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz