Revista Sabe Bem PD - julho/agosto

Cátedra REN em Biodiversidade da Universidade do Porto distinguida

Cátedra REN em Biodiversidade da Universidade do Porto  distinguida

A Cátedra em Biodiversidade da Universidade do Porto, coordenada pelo CIBIO-InBIO e financiada pela REN, foi considerada como uma das melhores iniciativas de proteção ambiental durante a edição de 2019 do prémio internacional RGI Good Practices of the Year.

Resultante da colaboração entre a Fundação para a Ciência e Tecnologia de Portugal (FCT), a empresa Redes Energéticas Nacionais (REN) e a Universidade do Porto (U.Porto), a Cátedra REN em Biodiversidade tem como principal objetivo promover atividades de ensino, investigação e disseminação científica que ajudem a minimizar os impactos negativos das infraestruturas elétricas na biodiversidade e a potenciar possíveis impactos positivos.

O projeto foi agora reconhecido como uma das melhores iniciativas de proteção ambiental pelo RGI Good Practices of the Year 2019.

Segundo explica a Universidade do Porto, a Renewables Grid Initiative (RGI) resulta de uma colaboração internacional que reúne organizações não governamentais de ambiente e empresas que gerem infraestruturas de energia europeias. Anualmente, promove um prémio que visa destacar e incentivar o desenvolvimento de projetos e iniciativas que envolvam o desenvolvimento das redes de distribuição de energia. Estes prémios destinam-se a iniciativas de boas práticas nas áreas da Comunicação, Inovação Tecnológica e Proteção Ambiental.

“É certamente muito positivo e gratificante para o CIBIO-InBIO e para a REN receberem tal reconhecimento. Sobretudo, reforça o importante papel da Cátedra em trazer a Biodiversidade à discussão sobre o sector da energia, sustentabilidade e a sociedade”, afirma Francisco Moreira, investigador do CIBIO-InBIO e detentor da Cátedra.

Já Rodrigo Costa, presidente da REN, refere que “é com grande satisfação que vemos reconhecido o trabalho realizado no âmbito da Cátedra REN em Biodiversidade, um reconhecimento particularmente relevante, dado que destaca iniciativas de proteção ambiental promovidas no âmbito do desenvolvimento de redes de energia. Esta é mais uma demonstração do valor gerado pela nossa relação próxima com a academia e do investimento que fazemos em investigação e na geração de conhecimento”.

A Cátedra REN em Biodiversidade promove a investigação científica orientada para a tomada de decisões que promovam melhores resultados na gestão dos impactos sobre a biodiversidade. O trabalho conduzido pela equipa da Cátedra envolve a avaliação das populações de aves e da mortalidade associada à rede de distribuição de energia e também o estudo sobre a reprodução de cegonhas que constroem seus ninhos nos postes das linhas elétricas. “Através da Cátedra REN em Biodiversidade pretende-se não só aprofundar o conhecimento científico na área da biodiversidade, mas também promover a proximidade entre as universidades e as empresas através da transferência de conhecimentos e do apoio apoiar à implementação de práticas custo-eficazes na minimização e compensação de impactos negativos”, assinala ainda a U.Porto.

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=carne&utm_campaign=sabordomes