Junta da Galiza

Cascata Leceira já reabriu ao público

Cascata Leceira já reabriu ao público

No âmbito das celebrações das Festas do Senhor de Matosinhos, cujo evento presencial sofreu um novo adiamento, Matosinhos inaugurou na terça-feira, data em que se assinalou o feriado municipal, o restauro da Cascata Leceira, que volta, assim, a poder ser visitada no Museu da Quinta de Santiago.

Com cerca de 15 metros quadrados e composta por 300 peças e bonecos, a Cascata Leceira, da autoria de José Moreira, retrata a “Leça da Palmeira da sua infância, dos anos 20/30 do século XX”, recordou a Câmara Municipal.

Entre os vários ex-líbris, é possível encontrar o Rio Leça e as suas seis pontes (destruídas durante as obras de construção do Porto de Leixões), as praias, a Igreja Matriz, o Forte de Nossa Senhora das Neves e o Farol da Boa Nova.
Além disso, é possível observar ainda as memórias das romarias de S. João da Boa Nova e do Senhor de Matosinhos, as procissões, as artes e os ofícios e as figuras ilustres da terra, como o poeta António Nobre ou o marítimo José Rabumba.

Todas as peças “foram construídas com perícia, ao longo de décadas”.

Recorde-se que a Cascata Leceira foi doada ao Museu da Quinta de Santiago em 2010 sendo, recentemente, alvo de uma intervenção de restauro e de conservação, agora concluída. Durante a reabertura, que contou com a presença da presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro, foi possível assistir ao processo de restauro a que a estrutura foi sujeita.

A reabertura contou também com o visionamento do processo de restauro a que a Cascata foi sujeita desde março, inteiramente realizado pelos Serviços Municipais.

PUB
www.pingodoce.pt/receitas/?utm_source=cm&utm_medium=cpc&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=etaobomcomerassim&utm_campaign=institucional