PUB
Recheio 2024 Profissional

Casa Manoel de Oliveira sem compradores no leilão desta manhã

Casa Manoel de Oliveira sem compradores no leilão desta manhã
Não houve qualquer licitação para nenhum dos edifícios que compõem o equipamento, projetado por Eduardo Souto Moura.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A Casa Manoel de Oliveira, que a Câmara Municipal do Porto tentou vender esta manhã, em hasta pública, pelo valor global de, pelo menos, 1,58 milhões de euros, não teve qualquer comprador. O leilão foi realizado esta quarta-feira num imóvel municipal situado na Rua do Bolhão, mas não houve licitação para nenhum dos edifícios que compõem o equipamento, projetado pelo arquiteto Eduardo Souto Moura.
Localizado na Foz, o imóvel, concluído há já 11 anos, foi idealizado para ser residência e museu do cineasta português, mas nunca chegou a ser utilizado, sendo que a família de Manoel de Oliveira assinou, recentemente, com a Fundação de Serralves um protocolo para acolher o seu espólio na instituição. O executivo municipal, liderado por Rui Moreira, decidiu, então, vender separadamente as duas frações do equipamento. Em caso de hasta pública deserta, o Código Regulamentar do Município prevê o prazo de um ano para eventuais interessados apresentarem propostas de compra, cujo valor não poderá ser inferior a 5% do valor base de licitação definido.

PUBLICIDADE

PUB
PD- Revista Sabe bem