Philips

Casa Lima

Casa Lima

Carteiras, de senhora e de homem, cintos, suspensórios, luvas, guarda-chuvas, malas, sacos de viagem, porta canetas, porta cigarros, entre muitos outros. Na Casa Lima, há toda uma panóplia de artigos específicos para conhecer, num total de mais de três mil produtos, com a máxima qualidade. A garantia é dada pelo próprio responsável da casa, que assegura que, há décadas, que é uma referência na cidade pelo seu serviço personalizado de atendimento ao público assim como pelos rigorosos critérios de
escolha dos produtos.

Tudo começou em 1877, na Rua do Souto, pela mão de Augusto Joaquim Pereira de Lima, cujo apelido deu nome ao espaço. Seguiu-se a loja na Rua Santa Catarina, em 1909, que, em 2018, acabou por ganhar a distinção de “Loja Histórica”, e na Rua de Sá da Bandeira, em 1918. “No início da sua atividade a Casa Lima era depósito da fábrica portuense de guarda sóis e da fábrica portuense de bengalas. Nos anos 50, passou de duas montras de artigos de homem e senhora separados a um tipo de montra única, bastante inovador para a época. E, nos anos 60, teve um grande sucesso sendo um estabelecimento «chique» da cidade”, contou Francisco Sousa, trisneto do primeiro proprietário.

Inicialmente a empresa comercializava apenas gravatas, malas de viagem, guarda chuvas, guarda-sóis e bengalas. Ao longo dos anos, a diversidade dos produtos foi aumentando e adaptando-se aos novos tempos, sendo exemplos disso “a mala trolley com quatro rodas, mochilas em pele, cadeados com código e até, mais recentemente, máscaras personalizadas devido à pandemia”, detalhou.

No que respeita às instalações do espaço, na Rua de Santa Catarina, foram também já várias as alterações efetuadas. Em 1996, “renovou-se o espaço, incluindo móveis novos de cor madeira clara, a montra e o balcão”, que dotaram a loja, simultaneamente, de “uma aparência moderna e tradicional”. Contudo, curiosamente, há mais de 40 anos que mantém o balcão na mesma disposição…

A nossa loja é muito apreciada pelos turistas, em especial, no que toca a produtos tradicionais como cintos em pele e bolsas em cortiça”, referiu ainda Francisco Sousa, acrescentando que, frequentemente, lhes revelam ser “muito raro” encontrar pequenos estabelecimentos do género nos seus países de origem e produtos a um preço semelhante.

A Casa Lima distingue-se pelo seu atendimento personalizado ao balcão, pelos funcionários com anos de experiência no ramo, que, consequentemente adquirem um vasto conhecimento dos produtos comercializados, e pelos produtos específicos difíceis de encontrar nos dias de hoje.

“O balanço de toda a atividade da Casa Lima é muito positivo. Demos trabalho a vários funcionários ao longo dos mais de 100 anos e, indiretamente, a muitos pequenos fornecedores nacionais”.

Na família há já cinco gerações, a Casa Lima “continua a ser um estabelecimento de forte tradição e qualidade”. “Procuramos manter-nos atualizados face aos tempos que correm. Investimos num novo site online, mais interativo, e ainda na forte presença na página de Facebook”, indicou, salientando que, para o futuro, o plano passa por uma expansão para as vendas online.

Por esta loja importa referir que já passaram personalidades de renome como  o cineasta Manuel de Oliveira, que comprava aqui as suas bengalas, Victor Mendes, pai do conhecido apresentador de televisão Fernando Mendes e Filipe la Feria.

Casa Lima
Rua de Santa Catarina, 231
4000-420 Porto

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/take-away/encomendas/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_campaign=encomendasta&utm_term=banner&utm_content=050121-encomendaschef2021

Viva! no Instagram. Siga-nos.