PUB
CIN - Branco Perfeito

Caminhos de Santiago vão ter “componente de educação ambiental”

Caminhos de Santiago vão ter “componente de educação ambiental”

O projeto “Steps for Life”, apresentado pela Fundação Camino Lebaniego, em parceria com a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, foi eleito pela Comissão Europeia para um financiamento abrangido pelo programa “Life Natureza e Biodiversidade” da União Europeia.

Em comunicado, o município, liderado por Eduardo Vítor Rodrigues, adianta tratar-se de um projeto, dotado globalmente com 3,4 milhões de euros, que será financiado em 60%, e que pretende “transformar as infraestruturas culturais e turísticas dos caminhos de peregrinação em espaços verdes e corredores ecológicos”. Neste estará assegurado a “conservação e a melhoria da biodiversidade, a otimização e conectividade verde, os serviços dos ecossistemas e a sensibilização de turistas e peregrinos”.

“Os princípios orientadores deste projeto são coerentes com os princípios gerais de conceção das infraestruturas verdes, entendidas como uma rede de sítios naturais e seminaturais conectados ecologicamente e capazes de serem convertidos em corredores ecológicos, que formam parte da Rede Transeuropeia de Natureza (Estratégia de Biodiversidade da UE para 2030)”, prossegue ainda.

Segundo detalha, o âmbito de atuação das ações é “extenso” e supõe um “retorno de inversão que lutará contra o despovoamento das áreas rurais envolvidas”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Além disso, o projeto prevê também a realização de intervenções na infraestrutura no traçado do Camino Lebaniego, Património da Humanidade (UNESCO), e nos caminhos lebaniegos castelhano e leonês, o que “afetará positivamente as povoações rurais na proximidade”. “Esta oportunidade projetará também os Caminhos de Santiago a nível internacional, em Portugal e em Vila Nova de Gaia, e irá desenvolver-se até dezembro de 2026”, completa.

Além da autarquia gaiense, o projeto, cuja apresentação oficial está marcada para esta quarta-feira, 15 de fevereiro, no Arquivo Municipal Sophia de Mello Breyner, conta ainda com a participação da Fundação Internacional para la Restauración de Ecosistemas (FIRE), da Associação Amica (AMICA), ad Sociedade Espanhola de Ornitologia SeoBirdlife (SEO) e da Asociación Cántabra en favor de las Personas con Discapacidad Intelectual (AMPROS).

Adicionalmente, o “Steps for Life” conta também com a participação da Consejería de Desarrollo Rural, Ganadería, Pesca, Alimentación y Medio Ambiente, que o cofinancia com 499.248 euros.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz