PUB
Prémio Literatura Infantil Pingo Doce

Câmara do Porto quer candidatar equipamentos desportivos a fundos comunitários

A candidatura implica uma alteração ao orçamento municipal de 2014, que será apreciada na reunião camarária privada da próxima semana.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A Câmara do Porto quer que a empresa municipal de Gestão de Obras Públicas (GOP) candidate a fundos comunitários uma intervenção respeitante a “infraestruturas e equipamentos desportivos” e, para isso, coloca a aprovação na reunião camarária de terça-feira uma alteração ao orçamento da autarquia de 2014, a segunda feita no prazo de um mês.
De acordo com o documento a que a agência Lusa teve acesso, a direção municipal de Finanças e Património justifica que a revisão se deve também “à cobertura dos prejuízos da Porto Vivo – Sociedade de Reabilitação Urbana (SRU) relativos ao ano de 2012”, embora o documento não especifique o valor em causa.
Recorde-se que a assembleia-geral da SRU para aprovar as contas de 2013, que permitiria apurar os prejuízos relativos ao ano anterior, foi suspensa a 11 de julho, após uma curta reunião de cerca de meia hora.
A Câmara pretende “viabilizar a apresentação de uma candidatura no domínio de ‘infraestruturas e equipamentos desportivos’”, enquadrado no Eixo Prioritário IV “’Coesão Local e Urbana’ do Programa Operacional ON2”.
“Torna-se necessário se proceder à celebração do aditamento n.º 2 ao contrato de gestão de empreendimentos da GOP”, explica.
O mesmo documento especifica que, relativamente ao “investimento a realizar pela GOP”, é atribuído às “intervenções em equipamentos desportivos” o valor de 371 mil euros.
A primeira revisão ao orçamento municipal para 2014 foi aprovada pelo executivo da autarquia do Porto a 3 de junho.
Ao inscrever uma verba de 250 mil para estudos e projetos para a requalificação do mercado do Bolhão, o orçamento passou para perto dos 200 milhões de euros, com “um reforço orçamental significativo” nas áreas da ação social, da cultura e do desenvolvimento económico, e a refletir o programa eleitoral do novo presidente da autarquia, Rui Moreira, adiantou na altura à Lusa fonte da Câmara.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz