PUB
Recheio 2024 Institucional

Câmara do Porto propõe transportes públicos gratuitos para jovens até 2025

Câmara do Porto propõe transportes públicos gratuitos para jovens até 2025

Na próxima reunião do executivo, a Câmara Municipal do Porto vai debater a continuação do programa de gratuitidade nos transportes públicos integrados no sistema intermodal Andante para os jovens entre os 13 e os 18 anos.

A proposta, assinada pela vereadora dos Transportes, Ação Social e Proteção Civil, Cristina Pimentel, pretende manter a gratuitidade dos transportes até 2025, abrangendo, assim, “jovens que tenham domicílio fiscal no Porto ou que comprovadamente estudem e residam na cidade”, durante os anos letivos de 2022/23, 2023/24 e 2024/25.

Numa nota divulgada no seu portal de notícias, o município justifica a medida com a forte adesão que esta tem recebido desde a sua criação. “Houve um crescimento no número de assinaturas registadas até janeiro de 2022, totalizando 7.421 jovens com assinatura Porto.13-18”, informou a vereadora, destacando que se trata de “mais do dobro” de assinaturas que se registavam em julho de 2020.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Segundo acrescentou, o crescimento em causa surtiu também um “efeito direto na procura de transporte público por parte destes jovens nas zonas PRT1, PRT2 e PRT3”, onde se registaram 419.397 validações no primeiro ano letivo do programa.

“Houve 1.135.960 validações no ano letivo de 2020/2021, e até final de janeiro de 2022 já se registaram 888.460 validações neste ano letivo, sendo que a procura na zona PRT1, correspondente ao centro da cidade, equivale sempre a cerca de 64% das validações registadas”, refere o documento.

A medida, que será votada na próxima segunda-feira, 7 de março, representa um custo municipal de 4,2 milhões de euros para 2023, 2024 e 2025. Nos últimos dois anos, o custo do programa, referente à “utilização real das assinaturas no sistema intermodal”, foi, respetivamente, de 718.900 euros e 1.297.660 euros.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz