PUB
Sogrape - Mateus Rosé

Câmara defende regresso do MOVE Porto no próximo ano

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
O serviço, baseado no funcionamento do metro, durante 24 horas, aos fins de semana e feriados, foi testado entre julho e novembro, tendo sido utilizado por cerca de 120 mil pessoas.

A autarquia portuense pretende que, no próximo ano, o metro volte a funcionar, durante 24 horas, aos fins de semana e feriados. O MOVE Porto, expressão que dá nome ao projeto, foi testado entre julho e novembro, tendo transportado cerca de 120 mil pessoas.
A iniciativa, sugerida pelo presidente da câmara, Rui Moreira, terminou no passado fim de semana. Segundo realçou a autarquia, o número de portuenses que utilizaram o serviço prova que o MOVE “faz sentido” e que o seu regresso deve “ser pensado antes da época alta de turismo em 2015”. Aliás, o município pretende mesmo que o projeto se torne “permanente” e que seja “alargado a outras linhas e estações”, reconhecendo, ainda assim, que a decisão “dependerá naturalmente da conciliação de vontades com a Metro do Porto, o futuro concessionário e o Governo”. “Este serviço ajudou a implementar uma nova política de mobilidade que a Câmara tem vindo progressivamente a aplicar na cidade do Porto, estimulando o uso do transporte público e desincentivando a utilização do transporte individual”, sublinhou a autarquia.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/uma-pascoa-saborosa-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=0324-sabebem78&utm_campaign=sabebem