PUB
Sogrape - Mateus Rosé

Burocracia é “a maior dificuldade” do turismo rural português

Burocracia é
“A maior dificuldade do setor [do turismo rural] é a burocracia que há a mais no nosso país”, defendeu o responsável da APTERN.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

O presidente da Associação Portuguesa de Turismo em Espaços Rurais e Naturais (APTERN), Jorge Santos, afirmou esta quinta-feira que o excesso de burocracia é a principal dificuldade do setor em Portugal, mas que este deverá continuar a crescer. “A maior dificuldade do setor é a burocracia que há a mais no nosso país”, destacou, em declarações à Lusa, à margem da sessão de tomada de posse dos dirigentes da APTERN para os próximos dois anos, que decorreu esta tarde nas instalações da Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC), onde a associação está sediada. O responsável lamentou ainda que a burocracia seja também uma das causas da lentidão com que “as decisões são tomadas no nosso país, mesmo em relação às questões mais simples”.

PUBLICIDADE

PUB
PD- Revista Sabe bem