É tão bom comer assim PD

Betano vence o prémio Escolha do Consumidor… outra vez

Betano vence o prémio Escolha do Consumidor… outra vez

A Betano foi eleita a Escolha do Consumidor 2023 na categoria Apostas Desportivas, conquistando este prémio pela segunda vez consecutiva. A estratégia da marca em Portugal está a dar resultados.

Os prémios Escolha do Consumidor são dos mais prestigiosos em Portugal pela sua metodologia e critérios rigorosos. Para além de terem em conta um conjunto de atributos base que cada marca deve ter dentro da sua área, envolvem consumidores experientes em ambiente de consumo real. É por isso que são considerados a “voz dos consumidores” e de extrema importância para os diferentes mercados. 

Para atribuir este prémio na categoria de Apostas Desportivas Online foram consultados mais de 1.500 consumidores e avaliados diferentes parâmetros que impactam a experiência de consumo, incluindo qualidade e segurança da plataforma web e da app, credibilidade da marca e rapidez das transações. Das 8 marcas consideradas (todos os operadores legais em Portugal), os apostadores portugueses voltaram a eleger a Betano como a melhor casa de apostas online – com uma avaliação global de quase 86%.

Miguel Pinho, especialista no mercado de apostas desportivas em Portugal e gestor de conteúdos do Site de Apostas, afirma que este prémio vem reconhecer a aposta continuada na inovação e o foco no utilizador por parte da Betano: 

“A Betano tem vindo a melhorar o seu produto a cada ano que passa, sempre a pensar nos apostadores, pelo que este prémio surge quase naturalmente. Recentemente introduziram três novidades: levantamentos imediatos, o indicador xGoals (golos esperados) e o Vê e Aposta, que permite acompanhar um jogo no smartphone através da livestream da Betano e apostar em simultâneo, sem parar a transmissão. São pequenos pormenores que acabam por fazer uma grande diferença.”

A Betano é detida pela Kaizen Gaming e é uma das líderes de mercado em Portugal e no Brasil. A marca está presente em mais de 10 mercados internacionais e está a crescer a um ritmo assinalável na Europa.

Artigo patrocinado

PUB
www.pingodoce.pt/folhetos/?utm_source=cm&utm_medium=cpc&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=etaobompouparassim&utm_campaign=institucional