PUB
Recheio 2024 Institucional

Bênção na Lapa juntou grávidas de vários concelhos do Porto

Bênção na Lapa juntou grávidas de vários concelhos do Porto
Na passada quinta-feira a Igreja da Lapa recebeu esperança. Realizou-se a primeira eucaristia de benção das grávidas e das mães.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

É que nem a distância “desarmou” as futuras mamãs. Apesar de “raramente” ir à missa, Sara Pereira, 32 anos, residente em Ermesinde, Valongo, não faltou nesta simbólica cerimónia.

“Toda a gente procura a Igreja nestas horas”
Com muita ou pouca fé, “toda a gente procura a Igreja nestas horas”, comentou José Ribeiro, que acompanhou a filha Sara à missa, juntamente com a mãe Maria Júlia.
Foi a primeira missa de Sara na Lapa, tal como de outras mulheres que aderiram à iniciativa da Irmandade da Lapa e escutaram as palavras do cónego Ferreira dos Santos, da Diocese do Porto, instituição que tem promovido estas celebrações noutras paróquias.
Também Joana Malheiro, 32 anos, vai ter o seu primeiro filho e vive fora do Porto, aliás tal como “a maioria” dos crentes que participam nas missas da Lapa, como explicou ao JN o reitor desta igreja. Joana, que vive em Rio Tinto, está grávida há três meses e tudo indica que será menina, cujo nome ainda não escolheu.
Acompanhada da mãe, Maria João Granja, contou que o parto será na Maternidade Júlio Dinis. Teve conhecimento da bênção através de uma amiga que trabalha na Irmandade da Lapa. E não costuma ir à missa.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile