PUB
Recheio 2024 Institucional

Autarquia analisa instalação de videovigilância na movida da baixa portuense

Autarquia analisa instalação de videovigilância na movida da baixa portuense
“Há zonas onde a Câmara entende que tem mesmo de haver videovigilância. (…) A da movida é particularmente sensível”, referiu fonte oficial da autarquia.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A Câmara do Porto, a Polícia de Segurança Pública (PSP) e a Polícia Municipal estão a estudar a instalação de videovigilância em algumas zonas da cidade, nomeadamente na área da movida noturna da Baixa. “Há zonas onde a Câmara entende que tem mesmo de haver videovigilância. Estão a ser estudadas as zonas. A da movida é particularmente sensível”, reconheceu fonte oficial da autarquia, adiantando que o sistema será articulado com outro, de “monitorização por sensores”, que está a ser desenvolvido em colaboração com a Universidade do Porto. De acordo com a mesma fonte, o presidente da câmara, Rui Moreira, tem tido vários encontros para avaliar a instalação de câmaras, nomeadamente “do ponto de vista técnico”.
Aliás, o candidato independente escreveu no Manifesto Eleitoral a intenção de “instituir um sistema de videovigilância do espaço público como instrumento essencial para o aumento dos níveis do sentimento de segurança” e para “a diminuição da criminalidade”.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz