Recheio 2023

Assembleia Municipal do Porto aprova recomendação para restaurar Casa de Chá da Pasteleira

Assembleia Municipal do Porto aprova recomendação para restaurar Casa de Chá da Pasteleira

A Assembleia Municipal do Porto aprovou, esta segunda-feira, por unanimidade, uma recomendação da CDU para que a autarquia adote as medidas necessárias para a recuperação do edifício da Casa de Chá, no Parque da Pasteleira.

Para o deputado Rui Sá da CDU, desde a sua construção, esta Casa de Chá “nunca funcionou como tal, apesar de se terem efetuado concursos públicos para a sua atribuição e selecionados concorrentes”. “A verdade é que o edifício da Casa de Chá do Parque da Pasteleira continua abandonado e em avançado estado de degradação”, afirmou Rui Sá.

Segundo a Agência Lusa, citada pela Rádio Nova, durante a discussão da proposta, o deputado lembrou ainda a intenção do presidente da Câmara Municipal do Porto em recuperar o edifício, no âmbito da construção do Museu da História da Cidade, instalado nos antigos reservatórios de água do parque e que, segundo Rui Sá, foi inaugurado em fevereiro deste ano.

André Noronha, do grupo municipal “Porto, o Nosso Partido”, respondeu que a “recuperação do edifício é necessária” e que a autarquia, em entendimento com a União das Freguesias de Lordelo do Ouro e Massarelos, está “aberta a novas soluções”.

“O que me parece fazer sentido é que o caráter mais apelativo daquele empreendimento possa surgir quando o museu estiver em funcionamento, portanto, na sequência da ordem das coisas, talvez esperar que o museu abra para criar uma dinâmica mais apelativa nesse sentido”, salientou.

A Assembleia Municipal do Porto aprovou também a autorização prévia para as despesas com a empreitada de reabilitação do Cinema Batalha, no valor de 3,95 milhões de euros, e com a requalificação da Escola Alexandre Herculano, em 9,8 milhões.

Ainda durante a sessão, a Assembleia Municipal aprovou, com o voto contra do grupo municipal da CDU, a ratificação da aprovação do Memorando de Entendimento sobre a intermunicipalização da STCP – Sociedade de Transportes Coletivos do Porto.

De recordar que o Memorando de Entendimento entre o Estado e os seis municípios servidos pela STCP (Vila Nova de Gaia, Maia, Matosinhos, Valongo, Gondomar e Porto) foi assinado no dia 28 de agosto, no Museu do Carro Elétrico, no Porto.

PUB
www.pingodoce.pt/folhetos/?utm_source=cm&utm_medium=cpc&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=etaobompouparassim&utm_campaign=institucional