PUB
Junta da Galiza

ASAE não fiscaliza alimentos desde abril

ASAE não fiscaliza alimentos desde abril
PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
A ausência de controlo em produtos como carne, leite, ovos, mel e peixe de aquacultura constitui, segundo alerta a DECO, um “risco para a saúde pública”.
O diário português afirma que, nos dois primeiros meses deste ano, a ASAE não recolheu qualquer amostra para avaliar a qualidade dos alimentos, sendo que, em março, efetuou apenas 600 recolhas no centro e sul do país. Nos três meses seguintes, não terá sido feito qualquer controlo alimentar por ausência de ordens da Direção Geral de Veterinária, alegadamente por razões económicas. “Não há qualquer controlo. Ninguém pode garantir se o que andamos a comer está ou não contaminado por, por exemplo, medicamentos proibidos ou produtos de crescimento rápido, (…) prejudiciais para a saúde humana”, afirmou fonte da Autoridade de Segurança Alimentar.
Apesar de admitir a redução da fiscalização dos produtos alimentares pela ASAE, o diretor-geral de Alimentação e Veterinária, Nuno Vieira Brito, defendeu que se trata apenas de uma parte do controlo alimentar, sendo que a vigilância dos produtos vendidos ao público se mantém.
PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem