CIN - Branco Perfeito

As resoluções mais comuns de ano novo

As resoluções mais comuns de ano novo

O início de um novo ano é, regra geral, associado a resoluções, pessoais e profissionais, desejos, muitas vezes adiados, e uma vontade incessante de arrancar um novo ciclo com “o pé direito”. Contudo, este é um planeamento que nem sempre se consegue fazer no início de janeiro, fruto das festividades decorrentes do mês de dezembro e do cansaço acumulado. E, por isso, o mês de fevereiro, a, precisamente três dias de arrancar, pode ser uma hipótese a considerar…

Uma das principais resoluções de ano novo costuma estar associada à prática de exercício físico e, consequentemente, a uma alimentação mais saudável. Há quem comece o primeiro mês do ano a ter um cuidado especial com a alimentação, fazendo, inclusive, uma espécie de detox para eliminar o excesso de calorias e gorduras ingeridas durante dezembro. 

alimentacao_saudavel

Por sua vez, há quem inicie o ano com o objetivo de praticar um novo hobbie, seja no desporto, como é exemplo a prática, cada vez mais solicitada, do ioga, como de um novo instrumento musical, uma forma de refúgio para os tempos, conturbados, que se têm vivido nos últimos dois anos.

Contudo, há muitas outras resoluções com desejo de serem cumpridas, como “viajar mais”, “poupar dinheiro” e “começar aquele projeto que está na gaveta há anos”, de acordo com a lista elaborada pelo Santander.

Para as cumprir, o banco dá, inclusive, algumas dicas que podem ser preciosas. O primeiro conselho, para os amantes de viagens, passa por elaborarem uma lista “dos lugares que sempre quiseram conhecer”. “Daqueles onde quer voltar e dos que os seus amigos não se cansam de recomendar. Nem todas as férias são sinónimo de gastos excessivos e que há várias coisas que pode fazer para poupar dinheiro nas férias”, alerta.

A propósito desta temática, recorda que “comer fora menos vezes, comprar menos por impulso ou deixar de fumar” são alguns exemplos daquilo que é possível implementar para poupar dinheiro.

https://cdn.pixabay.com/photo/2016/09/03/09/18/girl-1641215_960_720.jpg

“Faça de 2022 o ano em que vai parar de adiar os seus projetos e tirar as suas ideias do papel. Seja o que for que tem na gaveta, foque-se no que quer fazer, crie o seu plano e ponha mãos à obra”, recomenda ainda o Santander, referindo que “o limite é aquilo que a imaginação quiser”.

Há também quem partilhe a vontade de “voltar a estudar e aprender coisas novas”, “passar mais tempo com as pessoas de quem gosta”, “ler mais livros”, “ter mais cuidados com a saúde” e/ou “adotar hábitos mais sustentáveis”. Saiba que, seja qual for a sua resolução, é possível cumpri-la. Para isso, basta apenas que “defina prioridades”, “escolha objetivos específicos” e “defina prazos e metas intermédias”, indica o Santander.

Além disso, acrescenta, é fundamental que “não seja demasiado rígido”. “Mesmo seguindo todas as dicas, é possível que algum dos seus objetivos fique pelo caminho, ou que não consiga cumprir exatamente aquilo a que se propôs. A vida acontece, surgem imprevistos, mudamos de ideias… E está tudo bem”, completa.

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/comida-fresca-takeaway/encomendas/menu-seleccao-do-chef/menu-dia-dos-namorados-3/?utm_source=cm&utm_medium=cpc&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=diadosnamorados&utm_campaign=menudochef