PUB
Recheio 2024 Institucional

As novidades dos Mão Morta para 2017

As novidades dos Mão Morta para 2017

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
Os Mão Morta são uma instituição. Inegável. E 2017 será o ano de Adolfo Luxúria Caníbal e companhia. Ao longo das três últimas décadas, os Mão Morta têm tido sempre uma palavra a dizer no rumo do rock em Portugal.

Com uma discografia que soma mais de doze discos de originais a banda de Braga dividiu opiniões, criou alguns hinos geracionais (sempre a rock n` rollar…) e tornou-se um dos vértices máximos do rock nacional. E sempre fieis ao som, desde os tempos do Rendez Vous. Obra.
E 2017 promete! A icónica banda vai lançar um disco ao vivo (duplo) com a gravação do primeiro concerto que deram com o Remix Ensemble no Theatro Circo de Braga. O Remix Ensemble é uma mini orquestra de 15 elementos, vocacionada para a música erudita contemporânea, considerado como um dos melhores agrupamentos do mundo no género. Este registo, que viaja por temas dos diversos álbuns da banda bracarense, permitiu explorar a faceta mais experimental e contemporânea dos Mão Morta.
Preparam também, para o decorrer do próximo ano, uma série de espetáculos exclusivos de “Mutantes S.21”, por ocasião dos 25 anos da edição deste disco.
Para o último trimestre de 2017, a banda anuncia ainda um novo disco de originais, sucessor do polémico e aclamado “Pelo Meu Relógio São Horas de Matar” (2014).
E para encerrar em grande o ano de 2016, os Mão Morta dão um espetáculo a 31 de dezembro na mítica vila de Paredes de Coura.

PUBLICIDADE