Sogrape

As diferentes tradições do dia de Reis pelo mundo

As diferentes tradições do dia de Reis pelo mundo

Como é conhecido da maior parte da população, o dia de Reis é celebrado todos os anos a 6 de janeiro. Trata-se de uma tradição cristã, que representa o dia em que Jesus Cristo recém-nascido recebeu a visita de magos do Oriente, depois de serem guiados por uma estrela.

É ainda nesta data que, para muitos católicos, se encerram as celebrações natalícias, sendo tradição desmontar os presépios e retirar os enfeites. Contudo, não são apenas as pessoas da religião cristã que celebram esta data e são várias as tradições em diferentes países.

Com base num artigo da National Geographic, a VIVA reuniu alguns dos hábitos mais peculiares deste dia celebrado um pouco por todo o mundo.

Portugal
Em Portugal no dia de Reis ainda é hábito em algumas casas comer o tradicional bolo-rei ou o bolo rainha, sem as frutas cristalizadas. Em algumas zonas o bolo-rei traz uma «fava» e a quem calhar uma fatia com a mesma fica a missão de providenciar o bolo no ano seguinte. É também tradição em algumas zonas do país «cantar as Janeiras», ou seja, a partir do dia 1 até ao dia 6 de janeiro, grupos de pessoas vão para a rua a cantar de porta em porta.

Foto: Pingo Doce

Espanha
No país vizinho a troca de presentes costuma acontecer neste dia, em vez de na noite de Natal. O cortejo dos Reis Magos, a que chamam de «Cabalgata de Reyes» é também uma tradição em algumas cidades. Os Reis Magos desfilam em carros decorados, acompanhados de muitos cavaleiros e lançam doces a quem assiste.

Argentina e Uruguai
Tal como em Portugal, nestes dois países existe o hábito de comer um bolo conhecido como «Rosca de Reyes», muito parecido ao bolo-rei. É também tradição as crianças deixarem um sapato junto à porta com erva e água para os camelos dos Reis Magos.

Irlanda
Na Irlanda o dia de Reis é considerado o «Natal das Mulheres». Neste dia as mulheres tiram o dia para descansar, depois do trabalho que tiveram entre o Natal e o Ano Novo e juntam-se e partilham uma refeição.

Cuba
Em Cuba este dia é conhecido como a «Páscoa dos Negros», uma vez que desde o tempo da colonização espanhola que se dava folga aos escravos nesta data. Estes saíam à rua para dançar ao som dos tambores.

Finlândia
Para comemorar o «Loppiainen», têm a tradição de fazer bolachas de gengibre em forma de estrela «Piparkakut», ao mesmo tempo que pedem desejos. A tradição manda que a bolacha seja partida em três pedaços, na palma da mão e que seja comida em silêncio para o que o desejo se realize.

Bulgária
No Dia de Reis um padre atira uma cruz de madeira para dentro de água e os homens mais jovens devem mergulhar para a resgatar. Tendo em conta que nesta altura do ano as águas estão muito frias, reza a lenda que a pessoa que resgatar a cruz vai ter boa saúde e sorte.

Perú
No 6 de janeiro é celebrada a «Bajada de Reyes» e é feita uma pequena festa familiar durante a qual se desmonta o presépio. Por cada figura e adorno que se guarde deve deixar-se dinheiro.

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/sabe-bem-poupar-todos-os-dias/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=27012023-edicao71utm_campaign=sabebem