Revista Sabe Bem (Setembro/Outubro) - PD

Aplicação desenvolvida por startup da U.Porto monitoriza atividade física em tempo real

Aplicação desenvolvida por startup da U.Porto monitoriza atividade física em tempo real

“AGIT”. É esta aplicação móvel que, segundo a U.Porto, promete ajudar a combater o sedentarismo numa altura de grande crise para Portugal, e para o mundo, em que a maior parte da população está confinada casa.

A ideia foi desenvolvida por dois alumni, Tomás Albuquerque e Tiago Santos, e um estudante da FEUP, Francisco Friande, e permite “monitorizar a atividade física com a ajuda da câmara do telemóvel, a partir de uma tecnologia de reconhecimento de exercício físico em que o utilizador recebe feedback em tempo real sobre a sua performance”.

A aplicação está disponível para Android e disponibiliza, semanalmente, “desafios fitness interativos”.

“No final e com base no seu resultado, o utilizador é colocado numa tabela de classificações juntamente com os outros utilizadores. O exercício é repetível tantas vezes quanto o utilizador pretenda”, refere Tomás Albuquerque, mestre em Engenharia Física com especialização em ciência de dados pela FCUP, citado na nota divulgada.

A startup responsável pelo desenvolvimento desta aplicação, à qual deu o seu nome, está sediada na UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto.

PUB
 www.pingodoce.pt/responsabilidade/bairro-feliz/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=votacao&utm_campaign=bairrofeliz