Philips

“Ao volante o telemóvel pode esperar” registou 14.675 infrações

“Ao volante o telemóvel pode esperar” registou 14.675 infrações

A campanha conjunta da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), da Guarda Nacional Republicana (GNR) e da Polícia de Segurança Pública (PSP), entre os dias 25 e 31 de maio, terminou. Entre estes dias, as autoridades tomaram conta de “2.212 acidentes, de que resultaram oito vítimas mortais, 33 feridos graves e 659 feridos leves”.

Em consideração ao período homólogo, “verificaram-se mais 455 acidentes, igual número de vítimas mortais, menos 9 feridos graves e mais 89 feridos leves”, segundo o comunicado das autoridades.

Esta ação teve como objetivo “alertar os condutores para as consequências negativas e mesmo fatais do manuseamento do telemóvel durante a condução”, no entanto das 14.675 infrações registadas, 1.189 foram “relativas ao manuseamento do telemóvel durante a condução”. No total, “foram fiscalizados 51.686 veículos”.

Entre os dias 25 e 31 de maio, existiram ações de sensibilização da ANSR, realizadas em “simultâneo com as operações de fiscalização realizadas pela GNR pela PSP, nos distritos de Lisboa, Porto, Viana do Castelo, Braga e Setúbal”.

Em comunicado, pode-se ainda ler que “foi dado mais um passo para o envolvimento dos condutores no desígnio de tornar a segurança rodoviária uma prioridade de todos”.

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=peixe&utm_campaign=sabordomes