CMPorto

“Ao volante, o telemóvel pode esperar”

“Ao volante, o telemóvel pode esperar”

O alerta é da Guarda Nacional Republicana (GNR) e da Polícia de Segurança Pública (PSP) numa campanha lançada esta quinta-feira, em conjunto com a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

Na estrada até à próxima segunda-feira, 14 de dezembro, a campanha – “Ao volante, o telemóvel pode esperar” – pretende alertar os condutores para as consequências do uso do telemóvel durante a condução.

A iniciativa vai integrar operações de fiscalização levadas a cabo pela GNR e pela PSP, com “especial incidência para vias e acessos com elevado fluxo rodoviário”, assim como ações de sensibilização da ANSR.

As autoridades de segurança relembram que o uso do telemóvel ao volante é perigoso e apelam a todos que evitem este comportamento, tomando em consideração os seguintes factos: a utilização do telemóvel durante a condução aumenta quatro vezes o risco de ocorrência de acidente de viação; a distração ocorre quando duas tarefas mentais, conduzir e utilizar o telemóvel, são executadas ao mesmo tempo o que provoca lapsos de atenção e erros de avaliação; o uso de aparelhos eletrónicos durante a condução causa dificuldade na interpretação da sinalização e desrespeito das regras de cedência de passagem, designadamente em relação aos peões.

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=peixe&utm_campaign=sabordomes