PUB
Recheio 2024 Institucional

Ao fim de 142 anos, a Livraria Lello vai deixar de pertencer à família

Ao fim de 142 anos, a Livraria Lello vai deixar de pertencer à família

Feitas bem as contas, a livraria Lello, um dos pontos mais emblemáticos da cidade do Porto, já existe há 142 anos. Após tanto tempo, o espaço vai deixar de pertencer à família que deu nome à livraria, na medida em que, tal como refere o Porto Canal, “os sócios Avelino e Aurora Pedro Pinto compraram a quota que estava na posse de José Manuel Lello”.

A mudança acontece, após, em 2014, o casal ter adquirido 51% do capital da livraria. Desta forma, termina o vínculo profissional que unia o descendente dos fundadores e o casal Pedro Pinto, que, de acordo com o Porto Canal, era de algum mau estar.

À luz do que avança a mesma fonte de informação, quando foi lançada a obra “Livraria Lello: O Livro”, José Manuel Lello terá considerado que o mesmo não fazia jus à importância da família para aquele que, atualmente, é o sucesso de uma das maiores atrações a que se associa a cidade do Porto.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

O descendente da família Lello ainda reconhece que o texto é criativo e bem escrito, no entanto salienta que, apesar disso, o seu conteúdo “pura e simplesmente não corresponde à verdade” (via Porto Canal).

Recorde-se que, recentemente, a Livraria Lello foi distinguida como “A Livraria Mais Bonita do Mundo”, numa votação feita pela One Thousand Libraries, uma plataforma de apaixonados pelo mundo dos livros e das bibliotecas.

PUBLICIDADE

PUB
PD- Revista Sabe bem