PUB
CIN - Branco Perfeito

Antigo posto da GNR de Riba de Ave abre portas à música

Antigo posto da GNR de Riba de Ave abre portas à música

O antigo Posto da GNR de Riba de Ave está a ser transformado numa Casa da Música, que vai proporcionar o acesso à prática e ao ensino da música à população. O edifício localizado no centro da vila e pertencente à Fundação Narciso Ferreira está em obras de ampliação e de reabilitação, abandonando a sua função de quartel da GNR e abrindo as suas portas à criatividade e às artes musicais.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Cedido a título gratuito à Associação Cultural Banda de Música de Riba de Ave, através da assinatura de um contrato de comodato, que envolve também o município de Vila Nova de Famalicão, o edifício deverá ficar concluído durante a primavera deste ano.

“É o virar de página na história da Banda de Música de Riba de Ave”
“É o virar de página na história da Banda de Música de Riba de Ave”, afirma a propósito o presidente desta associação, Artur Duarte, visivelmente satisfeito. A banda está neste momento sedeada nos fundos da Biblioteca de Riba de Ave, num espaço sem condições, para os projetos que ambiciona. “O novo edifício dá-nos maior sustentabilidade para o futuro da banda, concretizando uma verdadeira escola de música, valorizando o nosso projeto e criando uma maior proximidade com as pessoas”, acrescenta.
Procurando dinamizar o seu património edificado, nomeadamente os equipamentos históricos construídos pelo seu patrono, a Fundação Narciso Ferreira decidiu entregar, por um prazo de 20 anos, renováveis, o edifício, que estava devoluto, ao serviço da música e da cultura.
Por sua vez, a Câmara Municipal de Famalicão fez o projeto para as obras de ampliação e reabilitação, contribuindo ainda com um apoio financeiro de 108 mil euros.
Para o presidente da câmara, Paulo Cunha, “quando todas as forças se unem o resultado só pode ser bom”, afirma, referindo que “é isso que está a acontecer em Riba de Ave”.
“Sabíamos da necessidade da Banda de Música de Riba de Ave em encontrar um edifício que pudesse servir de espaço âncora às múltiplas atividades que desenvolve e àquelas que ambiciona desenvolver, do mesmo modo, que conhecíamos a disponibilidade da Fundação Narciso Ferreira em colaborar de forma solidária na prossecução deste objetivo disponibilizando este imóvel, a partir daqui foi só unir esforços em beneficio de todos”, explica Paulo Cunha.
De acordo com o projeto, o edifício será contemplado com duas salas de ensaio, cinco salas de instrumento e uma sala polivalente, que está a ser criada na praceta interior do edifício. O exterior também será remodelado com áreas pavimentadas com arborização.
Refira-se que a Associação Cultural Banda de Música de Riba de Ave é herdeira de uma longa tradição na vila, tendo sido criadas em 1816.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile