PUB
PD-Bairro Feliz

Anchorage Digital Bank contrata para o Porto

Anchorage Digital Bank contrata para o Porto

Depois de, em junho do ano passado, ter contratado engenheiros de software no Porto, o Anchorage Digital Bank, primeiro banco de criptomoedas aprovado nos Estados Unidos da América, volta a contratar para o seu escritório instalado na cidade. 

“As vagas, que deverão duplicar a equipa já existente até ao final do ano, são nas áreas de apoio ao cliente, gestão do produto, backend engineering, engineering manager e operations associate”, destaca o município do Porto, no seu portal de notícias.  

O banco, criado em 2017, por Diogo Mónica, profissional em segurança informática e considerado um dos talentos sub-40 da “Fortune”, e o norte-americano Nathan McCauley, tornou-se numa “instituição regulamentada pelo Office of the Comptroller of the Currency (OCC), órgão independente do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, o que o deixa em equivalência com qualquer outro banco tradicional”. 

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

“Se for um banco e quiser comprar uma bitcoin diretamente numa aplicação bancária, vai à Anchorage e damos capacidade para fazer custódia das chaves privadas e partes técnicas. Também passa a ser possível a compra e venda destes ativos pelo banco”, explicou Diogo Mónica, a propósito do funcionamento do serviço, em entrevista ao “Dinheiro Vivo”. 

Além de ser uma porta de entrada dos bancos, a Anchorage permite, ainda, guardar criptomoedas ou até abrir contas de depósito a prazo, com “um retorno de investimentos em bitcoin entre 5 e 7% todos os anos”. 

Além do Porto, a empresa possui ainda três escritórios nos Estados Unidos.

PUBLICIDADE

PUB
Prémio Literatura Infantil Pingo Doce