PUB
Recheio 2024 Profissional

AMP participa em encontro europeu sobre Autoridade Metropolitana

AMP participa em encontro europeu sobre Autoridade Metropolitana
O encontro de autoridades metropolitanas europeias, que se realiza esta sexta-feira em Barcelona, Espanha, tem por objetivo “afirmar o peso político que estas devem ter na definição dos objetivos do território europeu”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A Área Metropolitana do Porto (AMP) participa esta sexta-feira na 1.º Conferência sobre Governança Metropolitana e Competitividade Territorial, integrada na European Metropolitan Authorities (EMA 2015), evento que pretende “ser um espaço voluntário de partilha de experiências com realidades comuns” e visa “impulsionar projetos conjuntos”.
De acordo com o presidente do Conselho Metropolitano do Porto (CmP), Hermínio Loureiro, a AMP deve “estar na linha da frente da discussão do território europeu e marcar posição junto dos órgãos decisores, sobretudo numa altura em que as matérias que vão estar em discussão, com destaque para a descentralização de competências e a definição de modelos orgânicos, se enquadram na realidade portuguesa”.
“Sabendo que 67% do Produto Interno Bruto (PIB) é gerado no contexto territorial das áreas metropolitanas, uma das prioridades da iniciativa é reivindicar o reconhecimento do papel fundamental que possuem as aglomerações metropolitanas e os seus representantes políticos na definição dos objetivos prioritários do território europeu”, diz a AMP.
A iniciativa, organizada pela Área Metropolitana de Barcelona, conta ainda com a presença das autoridades de Turim (Itália), Paris, Toulouse e Rennes (França), Bruxelas (Bélgica), Liverpool (Inglaterra), Varsóvia (Polónia), Viena (Áustria) e Oslo (Noruega).
No debate participam também diversas redes europeias e internacionais de governação local, como a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), Metrex (rede europeia das regiões metropolitanas), Associação Mundial das Grandes Metrópoles (Metropolis), Fundo Global para o Desenvolvimento Cidades (FMDV), Cidades Unidas e Governos Locais (CGLU), Medcities – rede de cidades costeiras do Mediterrâneo, e o Eurocities (grupo de cidades europeias).

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile