PUB
PD- Revista Sabe bem

Alunos do ICBAS em ‘Mass-Training’

“As escolas médicas têm-se esquecido que o ensino do suporte básico de vida deve ser uma iniciativa fundamental na sua ação. Por isso, no ICBAS, decidimos organizar este Mass-Training, dirigido aos alunos do primeiro ano do Mestrado Integrado em Medicina”, explica Álvaro Moreira da Silva, médico e docente de Biomédicas. O curso tem como objetivo ajudar a recuperar para a vida ativa as vítimas de paragem cardíaca e respiratória (PCR). Sabendo que a maioria destas situações ocorre em consequência de doença cardíaca súbita, traumatismos graves e afogamentos, facilmente se compreende que qualquer cidadão é vítima potencial de uma dessas ocorrências. Assim, a probabilidade de sobrevivência e recuperação nestas situações, depende da capacidade de quem presencia o acontecimento, saber como pedir ajuda e iniciar de imediato o Suporte Básico de Vida (SBV).
Este Mass-Training em Suporte Básico de Vida tem a particularidade de conseguir que a formação chegue a um elevado número de pessoas, neste caso alunos do Instituto. “Em Portugal, ainda não é muito comum este tipo de iniciativas, mas quantas mais pessoas tivermos preparadas para responder em situações de paragem cardíaca e respiratória, melhor”, sublinha. O docente do ICBAS defende, ainda, que “as escolas médicas têm o dever cívico de promoverem este tipo de formações”. A chegada de meios de socorro ao local, ainda que muito rápida, pode demorar tanto como seis minutos, sendo que as hipóteses de sobrevivência da vítima terão caído de 98 por cento para 11 por cento se os elementos que presenciaram a situação não souberem atuar em conformidade, pois se nada for feito a probabilidade de salvar uma vítima de PCR diminui sete a 10 por cento, por cada minuto que passa sem a vítima ser ajudada.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz