PUB
Junta da Galiza

ALUMIA vai dar uma “nova luz” ao Centro Histórico do Porto

ALUMIA vai dar uma

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
O projeto cultural ALUMIA vai dar uma “nova luz” ao Centro Histórico do Porto, através de 13 instalações no espaço público que têm a luz como “fonte e processo de inspiração”.

No arranque, agendado para coincidir com os 20 anos da classificação do Centro Histórico do Porto como Património Mundial, vão ser apresentadas as primeiras seis instalações que “até 8 de janeiro de 2017 passarão a habitar (e iluminar) o espaço público”, segundo comunicado da autarquia.
“O percurso, que será oficialmente inaugurado às 17h30 do dia 5 de dezembro, é pontuado por seis instalações artísticas, localizadas, respetivamente, no Jardim da Cordoaria, Largo do Amor de Perdição, Clérigos, Largo dos Lóios, Estação de São Bento e Bairro da Sé”, acrescentou a Câmara Municipal do Porto, realçando que entre 5 de dezembro e 8 de janeiro vão ser conduzidas diariamente visitas guiadas por um serviço educativo específico do projeto, em parceria com a Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto.
As seis primeiras instalações do programa promovido pela empresa municipal Porto Lazer vão ter a autoria do Openfield Creative Lab (Cordoaria), de Tiago Casanova (Clérigos), de Isabel Barbas com a Cooperativa Árvore (São Bento), do estúdio FAHR 021.3 (Largo do Amor de Perdição), do Diogo Aguiar Studio (Largo dos Lóios) e do ateliê Garcia & Albuquerque (Bairro da Sé).
A Câmara Municipal do Porto salientou que outro dos momentos altos da programação do ALUMIA vai ter lugar no Dia Nacional dos Centros Históricos, a 25 de março, com a apresentação das restantes sete exposições, selecionadas por convocatória aberta, ao contrário das seis iniciais, resultantes de convites.
“A convocatória aberta é lançada oficialmente esta sexta-feira, 25 de novembro, sendo o dia 30 de dezembro a data limite para a entrega das propostas. A Porto Lazer atribuirá 3.750 euros para a concretização e instalação de cada uma das propostas selecionadas pelo júri e que serão distribuídas ao longo de um percurso entre o Passeio das Virtudes e as Escadas da Vitória”, acrescentou a autarquia.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile