PUB
CMPorto

Agência do Ambiente está a atrasar a construção da nova ponte sobre o Douro

Agência do Ambiente está a atrasar a construção da nova ponte sobre o Douro

O presidente da Câmara do Porto afirmou que os técnicos da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) estão a “atrasar” a construção da ponte D. António Francisco dos Santos, que ligará Vila Nova de Gaia ao Porto.

“A APA é aquela que nos está a levar a atrasar as questões da ponte com Gaia”, afirmou Rui Moreira, durante a Assembleia Municipal de terça-feira.

Segundo explicou o autarca, os estudos relativos ao projeto da travessia que vai unir os dois concelhos entre Oliveira do Douro, em Gaia, e a zona de Campanhã, indicavam a quota correta da nova ponte, “mas agora os técnicos da APA entendem que ali a água pode chegar muito mais alto e querem obrigar a ponte a subir”.

“Isso quer obrigar a ponte a subir, do lado do Porto, não tem grande problema, é apenas altear, porque depois vamos fazer uma ligação à parte superior, agora vejam do lado de Gaia… do lado de Gaia, a ponte nunca mais acaba”, frisou o autarca, citado pelo Notícias ao Minuto.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Rui Moreira anunciou que vai ter uma reunião com o autarca de Vila Nova de Gaia, mas garantiu que o município do Porto “só paga até metade da ponte”.

De recordar que as câmaras do Porto e de Vila Nova de Gaia anunciaram a 12 de abril em 2018 a construção de uma nova ponte sobre o rio Douro, um projeto inteiramente financiado pelas duas autarquias, num custo estimado de 12 milhões de euros.

A ponte D. António Francisco dos Santos recebeu o nome em homenagem ao bispo que morreu em setembro do ano passado.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile