PUB
Junta da Galiza

Afinem-se os instrumentos, que vai acontecer um Festival de Jazz, no Porto

Afinem-se os instrumentos, que vai acontecer um Festival de Jazz, no Porto

A próxima edição do Festival de Jazz Bernardo Sassetti, promovido pela Casa Bernardo Sassetti, terá início no mês de dezembro, na cidade do Porto. O evento, que se prolonga até ao dia 10 do mês em questão, apresenta uma seleção de artistas de renome no cenário do jazz, com espetáculos marcados para a Casa das Artes e Casa da Música, acompanhados por Jam Sessions no Café Concerto.

No dia 7 de dezembro, quinta-feira, Kevin Hays, figura principal do festival, subirá ao palco da Casa da Música às 21h. O músico, reconhecido por colaborações com nomes como Brad Mehldau, Lionel Loueke e Joshua Redman, promete uma atuação capaz de cativar o público.

Na sexta-feira, 8 de dezembro, a celebração musical continua com duas sessões na Casa das Artes. Às 18h, Nomad Nenúfar ocupará o palco para uma experiência sonora única, seguido, às 21h30, por Yumi Ito, uma cantautora suíço-japonesa em ascensão, oferecendo uma abordagem refinada ao jazz.

No sábado, 9 de dezembro, os holofotes estarão sobre Filipe Raposo e Ricardo Toscano. Às 18h, Filipe Raposo liderará um cine-concerto na Casa das Artes, enquanto às 21h, Ricardo Toscano, com o seu quarteto, revisitará a música de Bernardo Sassetti na Casa da Música.

O encerramento do festival, no domingo, 10 de dezembro, contará com um concerto do Carlos Azevedo Quarteto às 16h, seguido pela atuação de Neighbour Lizard com John O’Gallagher às 17h, ambos na Casa da Música.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

As Jam Sessions, que servirão como ponto de convergência para todas as atividades do festival, acontecerão no Café Concerto entre as 22h30 e as 23h, com um trio diferente convidado a realizar o set de abertura a cada dia. Neste momento especial, professores, alunos e músicos profissionais terão a oportunidade de se apresentar e interagir num ambiente descontraído, estabelecendo ligações não apenas entre eles, mas também com o público.

O Festival de Jazz Bernardo Sassetti destaca-se por ser itinerante, realizando-se anualmente em diferentes cidades e envolvendo toda a comunidade, desde a autarquia até aos espaços culturais locais, e os músicos de jazz da região em destaque. Nesta segunda edição, o evento conta com o apoio da República Portuguesa/Direção Geral das Artes, da Casa da Música e Casa das Artes do Porto, da Égide – Associação Portuguesa das Artes, da Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo e do Três Agá Estúdio.

De acordo com Inês Laginha, Diretora Artística da Casa Bernardo Sassetti, “com este festival, pretendemos incentivar os músicos a tocar os seus próprios projetos, honrando a liberdade criativa que Bernardo Sassetti prezava, valorizava e que tanto o caracterizava. Acreditamos que a melhor forma de honrar o nome do artista e agir no tecido cultural é através da formação. Por esse motivo, também este ano o fim de semana será antecedido de um workshop direcionado a estudantes de jazz com o quarteto do incontornável músico e pedagogo Carlos Azevedo”. 

A própria reforça, ainda, que “o que se pretende gerar com esta iniciativa é uma sinergia em torno do festival, criando atividades que promovam a união entre público, músicos profissionais e jovens estudantes”, conclui.O workshop que contará com a presença de Carlos Azevedo acontece entre os dias 8 e 9 de dezembro, sexta-feira e sábado, contando com uma apresentação dos alunos na manhã de dia 10. Trata-se, então, de uma ótima chance para os estudantes de jazz “explorarem a diversidade de estilos e a qualidade artística em Portugal, já que a frequência do workshop garante entrada livre em todos os eventos do festival”, como refere a organização do evento, em nota à imprensa.

Foto: Hồ Thành / Pexels

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile