CMPorto

Afinal, o que se pode e não pode fazer depois da vacinação?

Afinal, o que se pode e não pode fazer depois da vacinação?

Numa altura em que a vacinação contra a covid-19 começa a incluir as faixas etárias mais jovens, dotadas de hábitos completamente distintos da população mais velha, sobretudo na época de verão, é importante descodificar alguns mitos e verdades sobre aquilo que é e não é possível fazer depois de ser inoculado.

A prática de desporto, de acordo com a generalidade dos especialistas, deve ficar suspensa no período imediato após a toma da vacina. Durante, pelo menos, as oito horas seguintes a recomendação é que os cidadãos não façam esforços, de forma a “garantir que não há efeitos secundários” e que podem retomar a sua “vida normal”, alertou Raquel Jiménez, coordenadora de um centro de vacinação em Madrid.

Sobre a possibilidade de apanhar sol, uma das questões mais feitas pelos jovens durante este período, a responsável indicou que “não é aconselhável expor-se ao sol nas horas mais quentes” depois de receberem a dose da vacina. Contudo, se a exposição for feita durante o período de menos calor, e com os devidos cuidados, os especialistas dizem que não há contraindicações.

E álcool? É possível ingerir depois de receber a vacina contra a covid-19? Richard Watkins, médico infeciologista e professor de medicina interna na Northeast Ohio Medical University, indica que “não há evidências de que o álcool reduza a formação de anticorpos” e, por isso, pode ser ingerido após a inoculação.

No entanto, e como em tudo na vida, deve ser ingerido com moderação, uma vez que, se for consumido em excesso, afeta o sistema imunológico, responsável por gerar defesas contra o vírus que causa a covid-19. Este ficará impedido de funcionar totalmente, e consequentemente, pode prejudicar o objetivo final do processo de vacinação, lê-se no artigo publicado pel’O Sapo.

De acordo com a Unicef, que desenvolveu, recentemente, um artigo com recomendações a propósito da vacinação, um dos conselhos para que “o processo de vacinação seja mais confortável e seguro” é dormir bem e manter-se bem hidratado.

Adicionalmente, é também importante alertar o “profissional de saúde sobre qualquer doença ou condição que requeira cuidados adicionais” e, claro, continuar a respeitar todas as medidas de contenção impostas no atual contexto de pandemia.

Foto entrada: RUI OLIVEIRA

Viva! no Instagram. Siga-nos.