Philips

Abramovich pagou 11 milhões para despedir Villas-Boas do Chelsea

Abramovich pagou 11 milhões para despedir Villas-Boas do Chelsea

O presidente do clube, Roman Abramovich, procurou várias vezes acalmar os ânimos. Ainda assim, não superou os maus resultados (três vitórias nos últimos 12 jogos da Premier League), sendo que a sétima derrota na liga, no passado sábado, com o West Bromwich, precipitou o que já se esperava –  ao fim de nove meses, André Villas-Boas foi despedido. Feitas as contas, o português vai custar cerca de 45 milhões de euros a Abramovich: 15 milhões pertencentes ao FC Porto, 19 milhões para indemnizar o antecessor do português, Carlo Ancelotti, também demitido, e a reparação (à volta de 11 milhões de euros) por dois anos e três meses do contrato que restava a Villas-Boas.
Até ao final da época, o Chelsea será treinado por Di Matteo, que era adjunto de Villas-Boas.
PUB
www.pingodoce.pt/produtos/take-away/encomendas/menu-seleccao-do-chef/?utm_campaign=menuchef&utm_content=301020-novomenu&utm_medium=banner&utm_source=vivaporto&utm_term=banner

Viva! no Instagram. Siga-nos.