Sogrape

8 tradições de Ano Novo para quem quer agarrar a sorte

8 tradições de Ano Novo para quem quer agarrar a sorte

Por muito que passem os anos há coisas que não mudam. Há tradições que são para se manter na noite de passagem de ano e a VIVA reuniu algumas das mais comuns em Portugal. Esta é uma noite recheada de rituais e superstições, algumas com origens seculares e outras que parecem ser tiradas de um filme.

Não estranhe se vir alguém bater em tachos ou tomar banho em água do mar gelada, pois são tradições e há quem as cumpra criteriosamente. Apesar de muitos não acreditarem nestes hábitos a verdade é que a maioria das pessoas cumpre pelo menos um deles, para entrar com o pé direito no novo ano.

Confira de seguida os 8 hábitos dos portugueses na noite de passagem de ano:

Comer 12 passas e pedir 12 desejos
Apesar das passas não serem o alimento mais apreciado, são muitas as pessoas que se esforçam para cumprir a tradição. Para que a sorte esteja do «nosso» lado dizem ser necessário comer 12 passas, uma por cada do mês do ano, e pedir desejos.
Foi em Madrid que surgiu este hábito no final do século XIX, quando os espanhóis se começaram a reunir e a comer passas em vez de uvas em protesto. Esta decisão tornou-se uma tradição além fronteiras, a ponto de hoje muitas pessoas só comprarem pacotes de passas para comerem na passagem de ano.

Vestir roupa interior azul
Há várias teorias de que diferentes cores vão trazer diferentes coisas, como por exemplo o vermelho que simboliza amor e paixão e o branco paz e tranquilidade. Assim, os portugueses vestem roupa interior de acordo com aquilo que querem que 2023 lhes traga, contudo o azul continuam a ser a cor mais consensual. Acredita-se que esta cor dê sorte para o próximo ano, associando-se também a harmonia e serenidade.

Usar uma peça de roupa nova
Também relacionado com a roupa é o facto de se ter de estrear alguma peça nova. Isso seria fácil para aqueles que já compram roupa interior nova para usar especialmente nessa noite. No entanto, há quem se empenhe ainda mais e acabe por estrear duas ou mais peças. Diz-se que não se deve usar roupas rasgadas, sem botões, descosidas ou apertadas.

Brindar com champanhe ou espumante
À semelhança das uvas passas também é quase «obrigatório» beber um copo de champanhe ou espumante. Crê-se que brindar com champanhe traz vitalidade e saúde, e que para reforçar as boas energias se deve guardar a rolha da garrafa e só deitá-la fora no ano seguinte. É, por isso, muito comum ver pessoas com os copos ao alto numa mão e uvas passas na outra para brindar e pedir desejos.

Subir a uma cadeira com o pé direito
Subir para uma cadeira ou um ponto alto também parece que dá sorte. As pessoas que acreditam e o fazem afirmam que se deve subir para a cadeira com o pé direito (igualmente associado à sorte) e assim permanecer com uma nota na mão. Saltar no chão com o pé direito três vezes é outra das opções.

Ter dinheiro na mão ou no bolso
Inspirados por uma crença oriental são muitos os que não dispensam passar a meia-noite com uma nota na mão ou no bolso. Há até quem faça a primeira compra do ano com essa nota. Por outro lado, a ideia de ter moedas na mão como sinal de boa sorte terá surgido da tradição do Dia do Cuco, do século XIX, em que quem visse aquela ave migratória e encontrasse dinheiro no bolso teria um ano de riqueza.

Fazer barulho com tacho
Se vir alguém bater com tachos ou panelas não estranhe. Muita gente acredita que ao fazer muito barulho seja com buzinas, apitos, tambores ou tachos está a afugentar os maus espíritos do ano anterior. Em 1950 e 1960, o entusiamo em Lisboa era tal que pratos e tachos velhos eram atirados pela janela.

Tomar o primeiro banho de mar do ano
No dia 1 de janeiro é comum ver dezenas de portugueses em várias praias do país a tomar banho na água gelada. Quem o faz diz que esta tradição é fundamental para enrijecer os ossos, purificar a alma e ter um ano livre de doenças.

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/sabe-bem-poupar-todos-os-dias/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=27012023-edicao71utm_campaign=sabebem