CM Matosinhos

40% dos portugueses não sobreviverá financeiramente a novo confinamento, diz estudo

Um estudo divulgado pela Fixando revela que “40% dos portugueses não irá sobreviver financeiramente em caso de um novo estado de emergência ou confinamento” por causa da covid-19, por consideraram “não aguentar mais de dois meses com a sua vida profissional e os negócios estagnados”. 

De acordo com o inquérito, cujas questões se centraram no atual estado do país, 62% dos inquiridos afirmou acreditar que os negócios dos portugueses serão afetados pelo novo Estado de Contingência, “com 28% defendendo que as medidas são prejudiciais para a economia nacional”.

Com base nos rendimentos atuais,  68% dos portugueses garantiu que o seu emprego ou negócio foi afetado pela pandemia, sendo que, em média, existiu uma quebra mensal na ordem dos 978 euros no rendimento, lê-se ainda no comunicado divulgado. 

Além disso, 82% dos participantes revelou ainda ter receio que o seu atual emprego seja impactado pela pandemia num futuro próximo. 

PUB
Pingo Doce Sabe Bem

Viva! no Instagram. Siga-nos.