PUB
Recheio 2024 Institucional

Valongo quer criar Oficina do Brinquedo Tradicional Português em Alfena

Valongo quer criar Oficina do Brinquedo Tradicional Português em Alfena
A Câmara de Valongo quer criar em Alfena uma Oficina de Promoção do Brinquedo Tradicional Português, um projeto de 2,5 milhões de euros que “associa com modernidade a memória e a tradição”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

“O Brinquedo Tradicional Português construído em madeira, plástico injetado e chapa flandres é uma das marcas territoriais do concelho de Valongo, outrora um dos principais fabricantes de brinquedos do país. A Oficina de Promoção do Brinquedo Tradicional Português tem como principal objetivo manter viva esta tradição”, explica, em comunicado, a autarquia.
“Há uma tradição muito forte nas cidades de Alfena e Ermesinde em torno do fabrico do brinquedo tradicional. O investimento de 2,5 milhões de euros só será possível através de financiamento comunitário, mas estamos apostadíssimos no sucesso deste projeto”, disse José Manuel Ribeiro, presidente da Câmara de Valongo.
A futura Oficina de Promoção do Brinquedo Tradicional Português será construída na antiga escola primária de Cabeda, em Alfena, e terá como objetivo “dar a conhecer o património material e divulgar o património imaterial” juntando “os que criaram e recriam os objetos, incentivando as partilhas intergeracionais”.
O espaço terá trabalho ao vivo permanente, um núcleo de indústrias criativas ligadas ao brinquedo didático de madeira e serviços educativos. Serão recriados ambientes oficinais associados ao brinquedo de chapa e plástico e será incluído espólio museológico inusual. A Oficina de Promoção do Brinquedo Tradicional Português incluirá também uma galeria, bem como uma sala multiusos com 50 lugares e a envolvente será adaptada para encontros de colecionadores, workshops, arranjo de peças, atividades de dinamização através da ação das indústrias criativas e exposições temporárias de espólios pessoais.
Esta oficina fará parte da Rede Municipal de Museus de Valongo, somando-se ao Museu Municipal e ao Museu da Lousa (2001), ao Núcleo Museológico da Panificação (2005), e ao Centro de Documentação da Bugiada e da Mouriscada (2014).
A instalação na escola de Cabeda tem dois outros objetivos: requalificar e valorizar um espaço sem utilização e criar diferentes espaços expositivos e interativos.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem