PUB
CIN Woodtec

Valongo critica demora da reparação da auto-estrada em Alfena

Valongo critica demora da reparação da auto-estrada em Alfena
A câmara de Valongo manifestou, esta quinta-feira, “repúdio” pela forma como a empresa responsável pela A41 está a encaminhar o caso do aluimento de pavimento que aconteceu no passado sábado em Alfena, devido ao mau tempo, lamentando que o trânsito da área esteja “um caos”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

O tema foi levantado em reunião de câmara pelo presidente socialista José Manuel Ribeiro, com os vereadores da oposição, João Paulo Baltazar (PSD/PPM) e Adriano Ribeiro (CDU) a concordarem com a redação de uma “moção de repúdio ao comportamento da Ascendi”, concessionária responsável pela estrada A41.
“A empresa está-se a marimbar e não deu cavaco a ninguém”, referiu o presidente da Câmara, enquanto João Paulo Baltazar referiu que “está instalado o caos na zona” e perguntou “como será a população indemnizada”.
Recorde-se que no sábado o aluimento de piso provocou o corte de tráfego na A41 entre o nó de Alfena e o nó da A3, no sentido Alfena-Aeroporto, situação que se mantém cinco dias depois.
A Ascendi indicou que esta quarta-feira já tiveram início os trabalhos preparatórios, não sendo possível indicar datas sobre quando a situação estará resolvida.
Esta situação obriga os automobilistas que fazem o trajeto Alfena-Aeroporto, tanto para os destinos servidos pela A41 como pela A3 (Porto ou Braga), a usar alternativas.
Em comunicado, a Ascendi aconselha a quem quer ir para o Porto, sair da A41 (IC24) no nó de Alfena, seguindo pela EN105, virar à esquerda em direção à A4 no cruzamento do Alto da Maia, entre no acesso à A4 em direção a Porto/Braga e sair na A3 em direção a Porto/Lisboa/A1.
Já para quem vem da A42 deve sair para a A41 (CREP) em direção a Sul e Este/Gandra, na zona da Gandra e sair para a A4 em direção a Paredes/Valongo/Matosinhos.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem