Sogrape

Universidades portuguesas permanecem no “ranking” do Financial Times

Universidades portuguesas permanecem no “ranking” do Financial Times

A Nova School of Business (NBS) ocupa agora a 29.ª posição (47.ª em maio), tendo em conta um conjunto de aspetos analisados pelo jornal. Para a própria instituição, a subida nos rankings “reflete dois focos importantes da NBS, a internacionalização e a colocação e sucesso dos seus graduados no mercado de trabalho”. As candidaturas de alunos estrangeiros para mestrado representaram, este ano, um recorde para a Nova, registando um aumento de 50%, segundo dados da entidade. “Sempre acreditámos na qualidade da nossa escola e trabalhámos afincadamente nos últimos anos para que tal se traduzisse neste reconhecimento internacional”, afirmou o diretor da NBS, José Ferreira Machado, a propósito do “ranking” apresentado pelo Financial Times.
Por sua vez, a Católica ocupa o 32.º lugar, tendo subido mais de 30 posições desde que começou a integrar a tabela. “É a sexta vez consecutiva que estamos nos rankings e com uma trajetória favorável”, sublinhou, em declarações à Lusa, o diretor do estabelecimento (Católica Lisbon School of Business and Economics), Francisco Veloso.
A Universidade do Porto é a terceira escola portuguesa representada no “ranking” do jornal britânico, com a sua Business School em 55.ª lugar, depois de uma década a apostar na acreditação internacional e proximidade com o setor empresarial.

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/take-away/encomendas/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_campaign=encomendasta&utm_term=banner&utm_content=050121-encomendaschef2021

Viva! no Instagram. Siga-nos.