Sogrape

UNESCO reconhece projeto escolar do Porto

UNESCO reconhece projeto escolar do Porto

“Gostaria que estivesses aqui!” (Wish you were here!) foi um projeto criado por alunos do 5º e 6º ano que teve destaque entre as mais de 100 propostas de entidades de todo o mundo.

Este programa foi criado no âmbito do projeto internacional AtlaS.WH – Património Mundial no Espaço Atlântico: Sustentabilidade dos Sítios Urbanos Património Mundial – no qual a cidade do Porto é líder. Para além da Invicta, Santiago de Compostela, Bordéus, Florença e Edimburgo são cidades parceiras.

O projeto será apresentado durante a 44.ª sessão do Comité do Património Mundial, que terá lugar em Fuzhou (China) no próximo sábado, 16 de julho, sob o tema “Educação do Património Mundial para o Futuro – Herança Cultural, Aprendizagem ao Longo da Vida e Desenvolvimento Sustentável”.

A iniciativa integrou um “recursos de aprendizagem e atividades desenvolvidas ao longo do ano letivo de 2019-2020, com cerca de 1.400 crianças das cinco cidades, tendo envolvido no Porto turmas das escolas básicas Ramalho Ortigão, Areosa, Augusto Gil e Miragaia, e das escolas básicas e secundárias Rodrigo de Freitas e Leonardo Coimbra, Filho, e ainda alunos do Liceu Francês Internacional do Porto” segundo o que se pode ler na página oficial de divulgação da Câmara do Porto.

A ação contou com o envolvimento de 1.400 crianças das cinco cidades, e do Porto estão presentes turmas das escolas básicas Ramalho Ortigão, Areosa, Augusto Gil e Miragaia, e das escolas básicas e secundárias Rodrigo de Freitas e Leonardo Coimbra, Filho, e ainda alunos do Liceu Francês Internacional do Porto.

“Gostaria que estivesses aqui!” foi  constituído por três sessões: a primeira em sala de aula, onde se exploraram os conceitos de património e sustentabilidade; a segunda numa visita orientada ao Centro Histórico, desde a Sé até à Ribeira; e a terceira correspondeu a uma visita e exploração de uma estação do Museu da Cidade. No final, cada criança deveria criar um postal sobre o património da cidade. Este seria enviado e partilhado com crianças das cidades parceiras

Estes trabalhos deram origem ao “Gostaria que estivesses aqui!”,  que é basicamente um caderno0 de bolso que também funciona como caderno de desenhos de forma a dar asas à imaginação.

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=carne&utm_campaign=sabordomes