Sogrape

Três espaços de Gaia podem receber doentes Covid-19

Três espaços de Gaia podem receber doentes Covid-19

Afastada a hipótese de reativar o hospital de campanha no Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho, o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia disse ter disponíveis três espaços para receber doentes Covid-19.

Eduardo Vítor Rodrigues afastou a possibilidade de instalar de um hospital de campanha “porque é muito mais fácil montar um na primavera/verão do que no outono/inverno”.

No entanto, acrescentou o autarca, de acordo com o Jornal de Notícias, existe “a cedência de espaços, como a Casa do Bombeiro, na Aguda, ou centro de hospedagem do Parque Biológico e, se necessário, o Centro de Alto Rendimento, na Lavandeira, para ceder ao hospital. E aí tem tudo, casas de banho, aquecimento, é um edifício, não uma tenda”.

Aliviar a crescente pressão nos hospitais é o objetivo da medida.

As instalações na Lavandeira “têm capacidade para meter cerca de 40 pessoas”, enquanto que as da Aguda podem acomodar 12, disse o presidente de Gaia, frisando que à câmara compete “disponibilizar [espaços] e não meter lá pessoas”, tarefa que “cabe às autoridades de saúde”.

“Temos uma boa estrutura concelhia de apoio e que se houver necessidade não irá servir só os gaienses”, disse Eduardo Vítor Rodrigues, referindo-se ao facto do Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho estar com uma elevada taxa de ocupação e ainda assim receber doentes vindos do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, em Penafiel.

PUB
www.pingodoce.pt/responsabilidade/premio-literatura-infantil/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_campaign=pli