Recheio

Trabalhadores da STCP acusam privados de desrespeitar regras

Contactado pela Lusa, o coordenador da CT, Ricardo Cunha, afirmou que operadores privados como a Gondomarense, a Valpi, a Maia Transportes e a Espírito Santo “não estão a cumprir os normativos legais que regulam o transporte na AMP”. O responsável adiantou estranhar “a passividade do conselho de administração da STCP em não colocar processos judiciais aos operadores privados face às perdas de exploração” que está a ter. Segundo Ricardo Cunha, há operadores “a colocar o dobro dos autocarros nas ruas” face aos horários publicados e outros que “atrasam horários para que o seu veículo circule à frente do da STCP”. Estas orientações, considerou, “visam esvaziar a STCP”, tendo em conta que assim os privados conseguem subtrair clientes à empresa pública de transportes. O responsável referiu ter conhecimento de que a própria administração da STCP já denunciou estas situações à AMTP.

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/take-away/encomendas/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_campaign=encomendasta&utm_term=banner&utm_content=050121-encomendaschef2021

Viva! no Instagram. Siga-nos.