Encomendas Comida Fresca - PD

The Review: Portugal Fashion

The Review: Portugal Fashion
O marco repete-se pela segunda vez este ano. De novo, a ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários – e a Associação de Têxtil e Vestuário foram as peças-chave de mais uma edição do Portugal Fashion.
A 39ª edição arrancou no Pavilhão de Portugal, em Lisboa, no dia 12 de outubro, com Storytailors a abrir o evento. Luís Sanchez e João Branco apresentaram a coleção primavera/verão Black Hills, inspirada na indústria e na tecnologia, onde privilegiaram o corte laser e apostaram em tecidos mais alternativos, como o tule e o cetim.
Seguiu-se Pedro Pedro e HIBU. A marca criada por três jovens – Gonçalo Páscoa, Marta Gonçalves e Nuno Sousa – mostrou o seu lado mais obscuro e geométrico, contrastando com o espiríto primaveril.
De seguida, o Portugal Fashion seguiu viagem para a cidade invicta, instalando-se de quinta a sexta de manhã, no 7º piso do Palácio dos CTT. Com acesso livre e muitas novidades, esta edição contou com um local exclusivo para o BLOOM, com vista privilegiada para a Avenida dos Aliados e até com um Dj a atuar nos intervalos dos desfiles.
Na passerelle desfilaram as criações de Beatriz Bettencourt, Olimpia Davide, Eduardo Amorim, Maria Kobrock, Inês Torcato, David Catalán, Sara Mia, Pedro Neto e das marcas [UN]T e KLAR.
Eduardo Amorim fez um flashback aos anos 90 com a coleção Seattle Mess. Os tons neutros, os tecidos tingidos, as texturas e transparências revelaram uma inspiração simplista.
Maria Kobrock deu a conhecer uma coleção com muitas sobreposições e salpicos, onde o azul, o verde e o amarelo demarcaram o espírito alegre da estação.
portugal_fashionNo dia 14, foi a vez da Alfândega do Porto receber grandes talentos portugueses.
Anabela Baldaque trouxe-nos uma coleção romântica e muito feminista. Cores alegres, como a cor de pêssego, azul, pérola e amarelo invadiram a passerelle, onde se juntaram aos folhos, bordados, rendas e aos padrões floridos, revelando uma inspiração ao estilo japonês.
Miguel Vieira optou por levar-nos numa viagem até África. Os padrões a preto e branco, as rendas e pequenos fios em tons dourado evidenciaram ao de leve esta inspiração africana, tornando o resultado final numa coleção muito elegante. A verdadeira surpresa foi a sua parceria com a marca de artigos de desporto Sport Zone, onde os praticantes de ténis, running, ciclismo e boxe, a partir de fevereiro do próximo ano, terão o privilégio de usufruir de criações do estilista português.
Na manhã de sábado, o Terminal de Cruzeiros de Porto de Leixões recebeu Luís Buchinho e Katty Xiomara. Buchinho apresentou uma coleção muito alternativa e gráfica, apostando num registo mais desportivo. Com uma palete de cores reduzida a tons escuros e padrões estridentes, o criador português apresentou uma coleção elegante com uma grande vicissitude de padrões e linhas retas.
De novo na Alfândega do Porto, o último dia do Portugal Fashion ficou marcado pelo desfile da marca Pé de Chumbo, Vicri, Elsa Barreto, Fátima Lopes, Ana Sousa, Dielmar, Carlos Gil e Lion of Porshes.
O destaque vai para Elsa Barreto. A estilista apresentou a coleção Happiness – uma coleção feminina, sofisticada e jovial, onde difícil será destacar uma só peça. Dos tons pastel ao preto, do sofisticado ao urbano, Hapinness aliou o chique ao versátil, com criações muito fluidas. A diversidade de cortes, os padrões alegres, os bordados e a organza denotaram a elegância desta coleção.

Cláudia Magalhães
Autora do blog It is trendy (http://itistrendy.blogspot.pt/)

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/gastronomia-dos-acores-e-madeira-na-sabe-bem-de-outono/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=240921-ta5&utm_campaign=sabebem63

Viva! no Instagram. Siga-nos.