RECHEIO 50 ANOS

Obesidade: a pandemia do presente e do futuro

Obesidade: a pandemia do presente e do futuro

A palavra pandemia invadiu as nossas casas nos últimos tempos. Passou a fazer parte do nosso vocabulário e até os mais pequeninos a reconhecem. Percebemos, da pior forma, o impacto de uma pandemia nas nossas vidas. Mudou a forma como víamos a vida, a saúde e a doença. Restabeleceu prioridades. Subjugou conceitos dados por inquestionáveis, como liberdade ou sociabilização. Gastou recursos. Roubou vidas. Consumiu-nos tempo e anos de vida… E desfocou-nos de outros problemas…

Agora que todos percebemos a força...

Ver Mais

São João apoia hospital dos Açores na criação de unidade de cirurgia de obesidade

São João apoia hospital dos Açores na criação de unidade de cirurgia de obesidade

O Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ) acaba de apoiar mais uma instituição portuguesa na formação e na implementação de uma Unidade de Cirurgia Bariátrica. Trata-se do Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira, nos Açores, que já realizou os primeiros cinco procedimentos. 

“Todas as cirurgias foram bem sucedidas e ficaram já delineadas as próximas visitas à instituição”, assinalou John Preto, cirurgião e diretor do Centro de Responsabilidade Integrado (CRI) de Obesidade do CHUSJ, que...

Ver Mais

Hospital Pedro Hispano realiza "cirurgia inovadora" no tratamento da obesidade

Hospital Pedro Hispano realiza

O Hospital Pedro Hispano, em Matosinhos, realizou segunda-feira as primeiras cirurgias sleeve para tratamento de obesidade em Ambulatório. Esta abordagem permite que os pacientes não fiquem internados no hospital após a cirurgia.

“Este procedimento inovador foi realizado hoje [segunda-feira], pela primeira vez em Portugal, por Gil Faria, cirurgião responsável pela Unidade de Tratamento Cirúrgico da Obesidade da Unidade Local de Saúde de Matosinhos (ULSM)”, informou o Serviço Nacional de...

Ver Mais

OCDE: 92 milhões estão em risco de vida por causa de obesidade

OCDE: 92 milhões estão em risco de vida por causa de obesidade

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) considera que é “urgente aumentar os investimentos em políticas que promovam estilos de vida saudáveis”, já que um quarto dos cidadãos dos países que integram a organização sofre de obesidade. São 92 milhões de vidas que estão em risco por causa desta doença, que custa 385 mil milhões de euros anualmente.

A OCDE divulgou um relatório a propósito do Dia Mundial da Obesidade, que se assinala esta sexta-feira, que dá pelo nome...

Ver Mais

Mais de 800 milhões de famílias no mundo são afetadas pela obesidade

Mais de 800 milhões de famílias no mundo são afetadas pela obesidade

Os números chegaram pela voz do diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), José Graziano da Silva, que afirmou existirem, atualmente, 830 milhões de famílias obesas em todo o mundo.

Durante o Fórum Internacional Territórios Relevantes para Sistemas Alimentares Sustentáveis (FISAS), que se realizou em Monsanto, o responsável adiantou, ainda, que, apesar de todos os programas de erradicação lançados, a fome continua a subir e estima-se que 830 milhões de famílias sejam...

Ver Mais

Estudo: Peso da mãe antes da gestação traz mais riscos do que peso ganho na gravidez

Estudo: Peso da mãe antes da gestação traz mais riscos do que peso ganho na gravidez

Conduzido por um consórcio internacional de investigadores, e que contou com a participação do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP), o estudo revela que o peso materno antes do início da gravidez acarreta um maior risco para a saúde da mãe e da criança do que o peso que a mulher ganha durante a gestação.

Foram analisadas mais de 190 mil mulheres de 16 países, incluindo Portugal, e verificou-se que complicações como a diabetes e a hipertensão gestacional, nascimentos prematuros, cesarianas,...

Ver Mais

Obesidade está a aumentar mais nas zonas rurais do que nas urbanas

Obesidade está a aumentar mais nas zonas rurais do que nas urbanas

A conclusão é de um estudo, liderado pelo Imperial College London, no qual colaborou o Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP), que revela ainda que o ganho de peso nas áreas rurais é o principal fator que está a impulsionar a epidemia de obesidade a nível mundial.

Publicada na revista ‘Nature’, a investigação analisou informação sobre o peso e a altura de 112 milhões de pessoas de 200 países, entre os anos de 1985 e 2017, e mostrou que, desde 1985, a média do Índice de Massa Corporal (IMC)...

Ver Mais