Santander Escolhas

Spin-off da Universidade do Porto vai dar bolsas a estudantes universitários

Spin-off da Universidade do Porto vai dar bolsas a estudantes universitários

A Didimo é uma das parceiras do “Paper Wings”, um projeto que une startups e empresas para financiar bolsas de estudo a jovens que tenham completado o ensino secundário e queiram prosseguir o percurso académico em áreas como matemática, ciências da computação, engenharia ou física.

A Didimo, uma empresa spin-off da Universidade do Porto, vai financiar uma das bolsas da Paper Wings, iniciativa cujo lema é “aprender, partilhar e construir”.

As bolsas destinam-se a jovens que tenham completado o ensino secundário e queiram prosseguir o percurso académico em áreas como matemática, ciências da computação, engenharia ou física.

“Na Paper Wings acreditamos que todas as pessoas no mundo deveriam ter a oportunidade de dominar habilidades significativas do século 21, que poderão ajudá-los a ajudar outras pessoas… para então ajudar a todos nós!”, refere a CEO da Didimo, Verónica Orvalho, citada pelo portal de notícias da U.Porto.

Além de bons alunos, os candidatos devem também querer “contribuir para a construção de um mundo certo, igualitário e justo”. Razão pela qual, além de preencher o formulário de candidatura, os interessados na bolsa devem ainda “escrever uma carta de motivação dirigida ao CEO de uma tecnológica, um pitch com a ideia que acreditam que terá um impacto positivo no mundo e uma biografia em que se projetem daqui a 15 anos”.

As bolsas de estudo podem ir de três a cinco anos, sendo que a Paper Wings garante também programas de estágios aos participantes e programas de mentoria de forma a capacitar os jovens estudantes para o mercado de trabalho.

As candidaturas decorrem até 13 de setembro.

Sobre a PaperWings

“A PaperWings nasce por acreditarmos no potencial humano e na educação como armas para criar um futuro mais justo, onde, através do ciclo aprender, construir, partilhar e voltar a aprender, qualquer pessoa pode causar um impacto positivo no mundo. Por isso, mais do que bons alunos, procuramos jovens com vontade e ideias para os dotar das competências necessárias para esta construção”, explica Verónica Orvalho.

 “O nosso objetivo é unir forças entre várias empresas e instituições académicas para dotar os jovens com os conhecimentos e competências que lhes permitam sonhar com um futuro próspero”, salienta a CEO da Didimo.

Mais informação sobre o projeto aqui.

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/comida-fresca-takeaway/encomendas/comida-fresca-encomendas-de-natal/?utm_source=cm&utm_medium=cpc&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=natal&utm_campaign=takeawaynatal