CIN

Souto de Moura vai desenhar Centro de Congressos de Gaia

Souto de Moura vai desenhar Centro de Congressos de Gaia

O futuro Centro Cultural e de Congressos de Vila Nova de Gaia, cuja obra deverá arrancar no primeiro trimestre de 2021, vai ser projetado pelo arquiteto portuense Eduardo Souto de Moura, que, em 2011, recebeu o Prémo Pritzker de Arquitectura.

“Num concelho próximo das melhores escolas de arquitectura do país, impõem-se projetos com uma assinatura desta chancela. Isto demonstra a seriedade que estamos a imprimir a todo este projecto. Gaia passa a fazer parte do portfólio de um arquitecto como é Souto de Moura”, revelou aos jornalistas Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da autarquia local, à margem de uma reunião camarária, avança o jornal Público.

O equipamento, a construir na zona de General Torres, faz parte do projeto Skyline Gaia Hotel & Conference Center, e prevê ainda a “edificação de um hotel de cinco estrelas, de um edifício destinado à habitação e de uma zona comercial”.

Segundo o acordo assinado entre a autarquia e o consórcio Skyline – constituído pela Fortera Properties, a Issta Portugal e a Attic Company -, o futuro Centro Cultural e de Congressos deverá ter capacidade para receber 2500 pessoas, sendo que o hotel terá um mínimo de 200 quartos. Por sua vez, segundo o Jornal de Negócios, o complexo residencial deverá ter mais de 300 apartamentos.

De acordo com o modelo de execução em vigor, escreve o Jornal de Notícias, o Centro de Congressos de Vila Nova de Gaia será construído e gerido por privados “durante um prazo mínimo de 25 anos”, passando, “no final do prazo” ou “em caso da perda de interesse na exploração” para a autarquia.

O investimento para a construção do equipamento fica entre os 12 e os 15 milhões de euros.

PUB
Pingo Doce Sabe Bem

Viva! no Instagram. Siga-nos.