PUB
Recheio 2024 Institucional

Serralves admite redução da oferta mediante cortes nos apoios estatais

Serralves admite redução da oferta mediante cortes nos apoios estatais

Em declarações à Lusa, o responsável afirmou que, “apesar de ter a noção de que a situação do país é complexa, difícil e que isto poderia tocar a todos, não esperava que fosse feita da forma como foi”. Uma resolução publicada na passada terça-feira em Diário da República (DR) estabeleceu que a Coleção Berardo, Serralves e a Casa da Música vão ser alvo de um corte de 30 por cento dos apoios, sendo que a quantia cedida ao Centro Cultural de Belém sofrerá uma redução de 20 por cento. Braga Cruz admitiu não compreender os critérios que estiveram na origem da definição dos cortes, confessando temer que o impacto daquele anúncio seja sentido já este ano.
De recordar que, em dezembro de 2011, o secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas, garantia, no final do Conselho de Fundadores de Serralves, que a transferência anual do Estado para a Fundação se iria manter em 2012 (quatro milhões de euros). Apesar da redução do orçamento, Braga da Cruz garantiu que Serralves não vai prescindir da qualidade a que habitou o público. “A consideração que tenho feito é que nós não deixaremos reduzir a qualidade àquilo que fazemos, porque temos públicos exigentes (…). O que pode acontecer é ter algum impacto na redução da oferta cultural”, reconheceu.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem